7 Erros Comuns em Análise Técnica (TA)
HomeArticles

7 Erros Comuns em Análise Técnica (TA)

Iniciante
2w ago
8m

Conteúdo


Introdução

A análise técnica (TA) é uma das formas mais utilizadas para análise de mercados financeiros. A TA pode ser aplicada essencialmente a qualquer mercado financeiro, seja de ações, forex, ouro ou criptomoedas.

Embora os conceitos básicos da análise técnica sejam relativamente fáceis de entender, é uma arte difícil de dominar. Quando você está aprendendo alguma habilidade nova, é natural cometer erros no caminho. Isso pode ser especialmente prejudicial quando se trata de trading ou investimentos. Se você não for cuidadoso e aprender com seus erros, você corre o risco de perder uma parte significativa do seu capital. Aprender com seus erros é ótimo, mas evitá-los ao máximo, é ainda melhor. 

Este artigo irá discutir alguns dos erros mais comuns em análises técnicas. Se você é iniciante em trading, por que não conferir alguns dos princípios básicos da análise técnica? Confira nosso artigo sobre O que é Análise Técnica?5 Indicadores Essenciais Utilizados em Análise Técnica.

Quais são os erros mais comuns que iniciantes cometem ao fazer trades usando análise técnica?


1. Não reduzir suas perdas

Vamos começar com uma citação de um trader de commodities Ed Seykota:

"Os principais elementos de bons trades são: (1) redução de perdas, (2) redução de perdas e (3) redução de perdas. Se você for capaz de seguir essas três regras, talvez você tenha uma chance”

Parece muito simples, mas é sempre bom enfatizar a importância. Quando se trata de trading e investimentos, proteger seu capital deve sempre ser sua maior prioridade. 

Atividades de trading podem parecer, a princípio, uma tarefa assustadora. Uma abordagem interessante para quem está iniciando é a seguinte: o primeiro passo não é ganhar, e sim não perder. É por isso que pode ser uma boa ideia começar com posições menores ou então testar trades sem usar fundos reais. A Binance Futures, por exemplo, possui uma testnet onde você pode testar suas estratégias antes de arriscar seus preciosos fundos. Dessa forma, você pode proteger seu capital e arriscar apenas quando estiver obtendo bons resultados, de forma mais consistente.

Definir um stop loss é simples. Seus trades devem ter um ponto de invalidação. É nesse ponto que você aceita que sua ideia de trade estava errada. Se você não aplicar essa mentalidade às suas atividades de trading, provavelmente não terá sucesso a longo prazo. Um único trade ruim pode ser muito prejudicial e você pode acabar mantendo uma posição perdedora (holding a losing bag), esperando que o mercado se recupere.


2. Overtrading

Quando você é um trader ativo, é um erro comum pensar que você precisa estar sempre fazendo trades. Trading envolve muita análise e muita paciência! Com algumas estratégias, às vezes é necessário esperar muito tempo para obter um sinal confiável e entrar em uma posição. Alguns traders fazem menos de três trades em um ano e ainda assim, conseguem excelentes resultados.

Veja esta citação do trader Jesse Livermore, um dos pioneiros do day trading:

“Money is made by sitting, not trading.” (Dinheiro se ganha esperando, não fazendo trades).

Tente evitar entrar em um trade apenas por entrar. Você não precisa estar fazendo trades constantemente. Em algumas condições de mercado, é realmente mais lucrativo não fazer nada e esperar por melhores oportunidades. Dessa forma, você preserva seu capital e o prepara para investi-lo quando boas oportunidades de trading surgirem. Vale lembrar que sempre surgem novas oportunidades, basta saber aguardá-las.

Um erro semelhante é a ênfase excessiva em intervalos de tempo menores. Uma análise feita considerando prazos maiores, geralmente será mais confiável. Menores intervalos de tempo produzirão muito "ruído" no mercado e podem acabar induzindo à uma maior frequência de trades. Embora existam muitos "scalpers" e traders de curto prazo bem-sucedidos, menores intervalos de tempo geralmente apresentam uma relação ruim de risco/recompensa. Como é uma estratégia de trading arriscada, certamente não recomendamos para iniciantes.


3. Revenge trading

É comum ver traders tentando recuperar imediatamente uma perda significativa. Isso é o que chamamos de "revenge trading" (trading de vingança). Não importa se você quer ser um analista técnico, um day trader ou um swing trader – evitar decisões emocionais é crucial.

É fácil manter a calma quando as coisas estão indo bem, ou quando você comete pequenos erros. Mas e quando as coisas dão completamente errado? Você é capaz de manter seu plano de trading, mesmo quando todo mundo está em pânico?

Observe a palavra “análise” na análise técnica. Naturalmente, isso implica uma abordagem analítica dos mercados, certo? Então, por que um trader tomaria decisões emocionais precipitadas neste ambiente? Se você quer estar entre os melhores traders, deve ser capaz de manter a calma mesmo após grandes erros. Evite decisões emocionais e concentre-se em manter uma mentalidade lógica e analítica.

Entrar em uma posição de trade imediatamente após sofrer uma grande perda, tende a causar perdas ainda maiores. Sendo assim, alguns traders preferem nem participar do mercado durante um período, após uma grande perda. Dessa forma, eles podem recomeçar as atividades de trading quando estiverem com a mente mais clara.



Pensando em investir em criptomoedas? Compre Bitcoin na Binance!



4. Ser muito teimoso para mudar de opinião

Se você quer ser um trader de sucesso, não tenha medo de mudar de ideia. Com frequência. As condições de mercado mudam muito rapidamente e uma coisa é certa, elas continuarão mudando. Seu trabalho como trader é reconhecer essas mudanças e se adaptar a elas. Uma estratégia que funciona muito bem em um ambiente específico pode não funcionar em outro.

Vamos ver o que o lendário trader Paul Tudor Jones tinha a dizer sobre suas posições:

“Every day I assume every position I have is wrong.” (Todos os dias eu suponho que todas as minhas posições estão erradas).

É uma boa prática tentar usar o outro lado de seus argumentos para identificar suas possíveis fraquezas. Dessa forma, suas teses (e decisões) de investimento podem ser mais abrangentes e efetivas.

Isso também nos leva a outro ponto: vieses cognitivos. O pré-conceito pode afetar muito sua tomada de decisão, obscurecer seu julgamento e limitar o leque de possibilidades que você poderia considerar. Certifique-se de entender, pelo menos, os vieses cognitivos que podem afetar seus planos de trading, para que você possa mitigar suas consequências de forma mais eficaz.


5. Ignorar condições extremas do mercado

Há momentos em que as qualidades preditivas da análise técnica são menos confiáveis. Podem ser eventos de black swan ou outros tipos de condições extremas de mercado, fortemente influenciados pela emoção e psicologia das massas. Afinal, os mercados são movidos pela oferta e demanda. Em determinados momentos, os mercados podem apresentar um grande desequilíbrio para algum dos lados.

Vamos considerar o exemplo do Índice de Força Relativa (RSI), um indicador de momento. Geralmente, se ele indicar um valor menor que 30, o ativo pode ser considerado sobrevendido (oversold). Quando o RSI fica abaixo de 30, é um sinal de trading imediato? Claro que não! Significa que o momento do mercado é atualmente determinado pelo lado dos vendedores. Em outras palavras, apenas indica que, naquele momento, os vendedores têm mais força que os compradores.

O RSI pode atingir níveis extremos durante condições extraordinárias do mercado. Pode até cair para um dígito – próximo da leitura mais baixa possível (zero). Mesmo uma leitura tão extrema, de sobrevenda, pode não significar, necessariamente, uma reversão iminente. 


Tomar decisões cegas com base em ferramentas técnicas que atingem certos valores, pode lhe custar muito dinheiro. Isso é especialmente verdade durante eventos de black swan, quando pode ser muito difícil de interpretar a ação do preço. Em épocas como essa, os mercados podem seguir várias direções e nenhuma ferramenta analítica consegue descrevê-lo precisamente. É por isso que é importante sempre considerar outros fatores e não confiar em uma única ferramenta.


6. Esquecer que TA é um jogo de possibilidades

A análise técnica não lida com absolutos. É uma ferramenta que lida com probabilidades. Isso significa que, independentemente da abordagem técnica em que você basear suas estratégias, nunca há garantia de que o mercado se comportará conforme o esperado. Talvez sua análise sugira que há uma probabilidade muito alta de o mercado subir ou descer, mas ainda assim, não será uma certeza.

Ao definir suas estratégias de trading, você deve considerar tudo isso. Não importa o quão experiente você seja, nunca é uma boa ideia assumir que o mercado seguirá sua análise. Se fizer isso, estará sujeito a superdimensionar e apostar muito em um resultado, correndo risco de sofrer grandes perdas financeiras.


7. Seguir cegamente outros traders

Para ter domínio de qualquer habilidade, é essencial evoluir constantemente. Especialmente quando se trata de atividades de trading nos mercados financeiros. As mudanças nas condições de mercado fazem disso uma necessidade. Uma das melhores maneiras de aprender é seguir analistas técnicos e traders experientes.

No entanto, se você quer se tornar consistentemente bom, é importante identificar seus próprios pontos fortes e aproveitar-se deles. Considere-os como vantagens especificamente suas. Ou seja, é o conjunto de características que o diferencia dos outros, como trader.

Se você ler várias entrevistas com traders bem-sucedidos, certamente perceberá que eles usam estratégias diferentes. Uma estratégia que funciona perfeitamente para um trader pode ser considerada completamente inviável para outro. Existem inúmeras maneiras de lucrar com os mercados. Você só precisa descobrir qual delas combina melhor com sua personalidade e com seu estilo de trading.

Entrar em uma trade com base na análise de outra pessoa pode dar certo algumas vezes. No entanto, se você seguir cegamente outros traders sem entender o contexto, isso definitivamente não funcionará a longo prazo. Naturalmente, isso não significa que você não deva seguir e aprender com os outros. O importante é refletir se você realmente concorda com a estratégia de trading e avaliar se ela serve para você. Você não deve seguir cegamente outros traders, mesmo que sejam experientes e respeitados.


Considerações finais

Falamos sobre alguns dos erros mais comuns que você deve evitar ao usar análise técnica. Lembre-se, fazer trading não é fácil. Geralmente, é melhor abordar operações de trading com uma mentalidade de longo prazo.

Tornar-se consistentemente bom em trading é um processo que leva tempo. Isso requer muita prática para refinar suas estratégias e aprender a formular suas próprias ideias de trades. Dessa forma, você pode encontrar seus pontos fortes, identificar seus pontos fracos e controlar suas decisões de investimentos e trades.

Caso queira saber mais sobre análise de gráficos, confira o artigo 12 Padrões Populares de Velas Usados em Análise Técnica.