Cinco Estratégias de Gerenciamento de Riscos
P√°gina Inicial
Artigos
Cinco Estratégias de Gerenciamento de Riscos

Cinco Estratégias de Gerenciamento de Riscos

Intermedi√°rio
Publicado em Nov 4, 2022Atualizado em Jan 9, 2023
7m

TL;DR

O gerenciamento de risco √© um componente essencial dos investimentos e trading respons√°vel. Com ele, √© poss√≠vel reduzir o risco geral do seu portf√≥lio de v√°rias maneiras ‚ÄĒ por exemplo, voc√™ pode diversificar seus investimentos, fazer hedge contra eventos financeiros ou implementar ordens simples de stop-loss e take-profit.

Introdução

Minimizar os riscos √© uma prioridade para muitos investidores e traders. Mesmo que sua toler√Ęncia ao risco seja alta, voc√™ ainda deve considerar, de alguma forma, qual √© o risco de seus investimentos em rela√ß√£o ao poss√≠vel retorno. No entanto, o gerenciamento de riscos n√£o √© simplesmente escolher trades ou investimentos que apresentam, supostamente, menos riscos. Existe um conjunto abrangente de ferramentas e estrat√©gias de gerenciamento de risco e muitas delas tamb√©m s√£o adequadas para iniciantes.

O que é gerenciamento de riscos?

O gerenciamento de risco envolve prever e identificar riscos financeiros associados aos seus investimentos para minimizá-los. Investidores empregam estratégias de gerenciamento de risco para ajudá-los a gerenciar a exposição ao risco de seus portfólios. Um primeiro passo importante é avaliar sua exposição atual a riscos e, em seguida, construir estratégias e planos de acordo com os riscos identificados.

Estrat√©gias de gerenciamento de risco s√£o planos e a√ß√Ķes estrat√©gicas que os traders e investidores implementam ap√≥s a identifica√ß√£o dos riscos de investimento. Essas estrat√©gias para redu√ß√£o de risco podem envolver uma ampla gama de atividades financeiras, como contrata√ß√£o de seguro contra perdas e diversifica√ß√£o do portf√≥lio em diferentes classes de ativos.

Al√©m das pr√°ticas ativas de gerenciamento de riscos, √© importante entender os fundamentos do planejamento. Existem quatro m√©todos principais de planejamento que voc√™ deve considerar antes de adotar uma estrat√©gia espec√≠fica de gerenciamento de riscos. √Č o m√©todo escolhido que informar√° qual a sua estrat√©gia preferida.

Quatro principais métodos de planejamento de gerenciamento de riscos

  1. Aceitação: Decisão de assumir um risco de investimento em um ativo, mas não investir mais dinheiro para evitar o risco, já que a perda potencial não será significativa.

  2. Transferência: Pagar por um determinado custo para transferir o risco de um investimento para terceiros.

  3. Decis√£o de Evitar: N√£o investir em um ativo com risco potencial.

  4. Redução: Reduzir as consequências financeiras de um investimento arriscado, diversificando seu portfólio. Esse método pode ser usado dentro da mesma classe de ativos ou também entre diferentes setores e ativos.

Por que é importante ter uma estratégia de gerenciamento de risco no setor cripto?

Sabemos que criptomoedas, como uma classe de ativos, é um dos investimentos de maior risco disponível para o investidor médio. Os preços são voláteis, projetos podem colapsar da noite para o dia e compreender a tecnologia blockchain pode ser um desafio para os recém-chegados.

Com os rápidos movimentos das criptomoedas, é importante empregar práticas e estratégias sólidas de gerenciamento de riscos para reduzir sua exposição a riscos potenciais. Este também é um passo essencial para se tornar um trader bem-sucedido e responsável.

Continue lendo e aprenda cinco estratégias de gerenciamento de risco que podem beneficiar seu portfólio de criptomoedas.

Estratégia #1: Considere a regra do 1%

A regra de 1% é uma estratégia simples de gerenciamento de risco que envolve não arriscar mais de 1% de seu capital total em um investimento ou trade. Se você tem $10.000 e deseja aderir à regra do 1%, você pode investir de diferentes maneiras. 

Uma opção seria comprar $1.000 em bitcoin (BTC) e definir uma ordem de stop loss ou stop-limit para vender a $9.900. Nessa caso, você definiria uma perda máxima de 1% do seu capital total de investimento ($100).

Você também pode comprar $100 em Ether (ETH) sem definir uma ordem de stop loss, já que perderia no máximo 1% do seu capital total se o preço do ETH caísse para 0. A regra do 1% não afeta o tamanho de seus investimentos, mas o valor que você está disposto a arriscar em um determinado investimento.

A regra do 1% é especialmente importante para os usuários de criptomoedas, devido à volatilidade do mercado. Alguns investidores se sentem mais gananciosos e podem apostar muito em um investimento e até sofrer grandes perdas esperando que sua sorte mude.

Estrat√©gia #2: ‚Äč‚ÄčDefinir pontos de stop-loss e take-profit

Uma ordem stop-loss define um preço predeterminado para um ativo no qual a posição será fechada. O stop price (preço de parada) é definido abaixo do preço atual e, quando acionado, ajuda a proteger o trader contra perdas maiores. A ordem take-profit funciona da maneira oposta, definindo um preço no qual você deseja fechar sua posição e consolidar lucros.

As ordens stop-loss e take-profit ajudam você a gerenciar os riscos de duas maneiras. Primeiro, elas podem ser configuradas com antecedência e serão executadas automaticamente. Não há necessidade de estar disponível 24 horas por dia e suas ordens predefinidas serão acionadas se os preços estiverem em um momento de maior volatilidade. Isso também permite que você defina limites realistas para as possíveis perdas e lucros. 

√Č melhor definir esses limites com anteced√™ncia do que no "calor do momento". Pode parecer estranho pensar em ordens take-profit como parte do gerenciamento de risco, mas voc√™ n√£o deve esquecer que quanto mais tempo esperar para consolidar o lucro, maior ser√° o risco de o mercado cair novamente, enquanto voc√™ espera por um movimento adicional de alta.

Estratégia #3: Diversificação e hedge

A diversifica√ß√£o do portf√≥lio √© uma das ferramentas mais populares e fundamentais para reduzir o risco geral dos investimentos. Um portf√≥lio diversificado n√£o ter√° um alto investimento em um ativo ou classe de ativos. Isso minimiza o risco de grandes perdas causadas por um √ļnico ativo ou uma classe de ativos espec√≠fica. Por exemplo, voc√™ pode manter uma variedade de moedas e tokens diferentes, al√©m de fornecer liquidez e empr√©stimos.

O hedge é uma estratégia um pouco mais avançada para proteger ganhos ou minimizar perdas através da compra de outro ativo. Normalmente, essa estratégia envolve ativos inversamente correlacionados. A diversificação é um tipo de hedge, mas talvez os contratos futuros sejam o exemplo mais conhecido dessa estratégia.

Um contrato futuro permite fixar um preço para um ativo em uma data futura. Vamos supor que você acredita que o preço do bitcoin vai cair, então decide se proteger (hedge) contra esse risco e abrir um contrato futuro para vender seu BTC por US$20.000, após três meses. Se três meses depois o preço do bitcoin realmente cair para US$15.000, você lucrará com sua posição de futuros. 

Vale lembrar que os contratos futuros são liquidados financeiramente e você não precisa entregar as moedas fisicamente. Neste exemplo, a contraparte do seu contrato pagaria a você US$5.000 (diferença entre o preço spot e o preço futuro) e você teria se protegido (hedge) contra o risco de queda do preço do bitcoin.

Como mencionado, o mundo cripto é volátil. No entanto, ainda existem oportunidades para diversificar dentro desta classe de ativos e aproveitar as oportunidades de hedging. No mundo cripto, a diversificação é mais crucial do que em mercados financeiros tradicionais menos voláteis.

Estratégia #4: Ter uma estratégia de saída definida

Ter uma estratégia de saída é um método simples, mas eficaz, para minimizar o risco de grandes perdas. Seguindo o plano, você pode obter lucros ou minimizar perdas em um ponto predeterminado.

√Č comum querer continuar obtendo ganhos ou confiar demais em uma criptomoeda, mesmo quando os pre√ßos est√£o em queda. Ficar preso ao hype, maximalismo ou a uma determinada comunidade de trading tamb√©m pode atrapalhar seu processo de tomada de decis√£o.

Uma boa maneira de implementar uma estratégia de saída é usando ordens limite. Você pode configurá-as para disparar automaticamente em seu preço limite, seja para consolidar lucros ou definir um valor máximo de perdas. 

Estratégia #5: Faça Suas Próprias Pesquisas (DYOR)

Fazer suas pr√≥prias pesquisas (DYOR) √© uma estrat√©gia fundamental de redu√ß√£o de riscos para qualquer investidor. Na era da Internet, nunca foi t√£o f√°cil fazer suas pr√≥prias pesquisas. Antes de investir em um token, moeda, projeto ou ativo, voc√™ deve fazer sua devida dilig√™ncia. √Č essencial que voc√™ verifique informa√ß√Ķes essenciais sobre um projeto, como o seu whitepaper, tokenomics, parcerias, roteiro (roadmap), comunidade e outros fundamentos.

No entanto, a desinforma√ß√£o se espalha rapidamente e qualquer pessoa pode publicar opini√Ķes on-line como fatos. Ao realizar pesquisas, considere onde voc√™ est√° obtendo suas informa√ß√Ķes e o contexto em que elas s√£o apresentadas. Frequentemente, projetos ou investidores espalham not√≠cias sobre falsas ou tendenciosas promo√ß√Ķes, na tentativa de persuadir usu√°rios e investidores.

Considera√ß√Ķes finais

Com essas cinco estratégias de gerenciamento de risco, você terá um kit de ferramentas eficaz para ajudar a reduzir os riscos do seu portfólio. Até mesmo o emprego de métodos simples pode lhe ajudar a investir com mais responsabilidade. Por outro lado, há potencial para criar planos de gerenciamento de riscos com estratégias mais avançadas e aprofundadas.

Para se aprofundar no assunto, consulte os seguintes artigos: