Guia Sobre o Preço Médio Ponderado por Volume (VWAP)
Guia Sobre o Preço Médio Ponderado por Volume (VWAP)
InícioArtigos

Guia Sobre o Preço Médio Ponderado por Volume (VWAP)

Intermediário
1w ago
6m

Introdução

Os indicadores técnicos são essenciais na análise dos mercados financeiros. Alguns deles são usados para avaliar o momentum do mercado, como o Índice de Força Relativa (RSI), o StochRSI ou o MACD. Outros podem ser usados para encontrar possíveis pontos de interesse em um gráfico, como a ferramenta de Retração de Fibonacci, o SAR Parabólico ou as Bandas de Bollinger.
Mas qual é o indicador mais fundamental? Indiscutivelmente, é o volume. O volume pode ser usado como ferramenta para confirmação de tendências, identificação de possíveis pontos de reversão e muitas outras estratégias.

O VWAP combina o poder do volume com a ação do preço para criar um indicador prático e fácil de usar. Os traders podem usar o VWAP como uma ferramenta para confirmação de tendências ou como um instrumento para identificar pontos de entrada e saída.

Vamos analisar o que é o VWAP, como ele funciona e como os traders podem incorporá-lo à sua estratégia de trading.


O que é o VWAP?

A sigla VWAP se refere a Volume-Weighted Average Price, que significa preço médio ponderado por volume. Como o nome sugere, é o preço médio do ativo em um determinado período, ponderado pelo volume.



O que torna o VWAP um indicador particularmente poderoso é como ele incorpora o volume no cálculo do preço médio. Alguns traders consideram o volume, a medida mais importante de todas – isso sem considerar a própria ação do preço. O que torna o VWAP uma ferramenta especialmente útil para analistas e traders é sua capacidade de combinar essas duas métricas importantes em um único indicador.
O VWAP pode fornecer uma indicação da tendência dominante do mercado, bem como destacar importantes áreas de liquidez.
Caso queira saber mais sobre alguns dos indicadores técnicos mais importantes, confira nosso aritgo 5 Indicadores Essenciais Utilizados em Análise Técnica.


Como calcular o VWAP

Na maioria das interfaces de trading, você pode apenas selecionar o indicador, os cálculos serão feitos para você. Independentemente disso, conhecer a fórmula usada pelo indicador pode ser útil, para que você possa usá-la com mais eficiência. Então, como é calculado o VWAP?

Para calcular o VWAP, precisamos somar o valor de trade em cada transação (preço multiplicado pelo volume) e depois dividi-lo pelo volume total.

VWAP = ∑ (Preço Típico * Volume ) / ∑ Volume

onde 


Preço Típico = Máximo + Mínimo + Fechamento / 3

Vamos calcular a linha VWAP de 5 minutos para um ativo. Faremos o seguinte:

  1. Primeiro, precisamos calcular o preço típico para a primeira candlestick (vela). Somamos os valores de Máximo, Mínimo e Fechamento e dividimos esse número por 3.
  2. Multiplicamos o preço típico pelo volume desse período (neste caso, 5 minutos). Vamos chamar esse valor de n1, que se refere ao primeiro período medido.
  3. Dividimos n1 pelo volume total de trading até esse período. Isso nos dá o valor VWAP dos primeiros 5 minutos de trading.
  4. Para calcular os valores sucessivos do VWAP, temos que seguir somando os novos valores n (n2, n3, n4…) de cada período aos valores anteriores. Então, dividimos o resultado pelo volume total até o ponto atual.
Agora entendemos por que o VWAP é chamado de indicador cumulativo, pois os valores aumentam com sucessivas somas.


O que o VWAP mostra aos traders

Para usuários interessados em um estilo de investimento mais passivo e de longo prazo, o VWAP pode ser usado como referência para as perspectivas atuais do mercado. Um exemplo de estratégia simples é comprar apenas ativos que estão abaixo da linha VWAP, o que indica que eles estão possivelmente subvalorizados.

Alguns traders podem usar o preço que atravessa a linha VWAP como um sinal para entrar em uma trade. Se o preço ultrapassar o VWAP, eles podem entrar em uma posição long. Por outro lado, se o preço cair e ficar abaixo do VWAP, eles podem entrar em uma posição short.

Nesse sentido, o VWAP pode ser usado de forma semelhante às médias móveis. Quando o preço está acima da linha VWAP, podemos interpretar como tendência de alta (mercado bullish). Se estiver abaixo da linha VWAP, interpretamos como tendência de baixa (bearish). É claro que isso depende muito do contexto do padrão técnico e deve ser feito com cautela.
O VWAP também pode ser usado para identificar áreas de liquidez. Isso pode ser muito útil para traders institucionais que desejam preencher ordens de grande valor. O indicador ajuda a determinar pontos de entrada e saída ideais para grandes trades, o que pode diminuir seu impacto no mercado.

O VWAP também pode ser usado para medir a eficiência da execução de trades. Nesse sentido, as ordens de compra executadas abaixo do VWAP podem ser consideradas boas, pois estão abaixo do preço médio do ativo, ponderado por volume. Por outro lado, ordens de compra executadas acima do VWAP podem ser consideradas ruins, pois são executadas acima do preço médio do ativo, ponderado por volume.

O fato de alguns grandes traders comprarem abaixo do VWAP e venderem acima, pode oferecer outro benefício para o mercado. Essas ações aproximam o preço da média nos dois casos. Isso garante que grandes traders não impulsionem os preços para mais longe da média com suas ações. Lembre-se de que whales (baleias) negociam maiores valores e caso contrário, poderiam ter um impacto muito grande nos mercados.



Pensando em investir em criptomoedas? Compre Bitcoin na Binance!



Limitações do VWAP

O VWAP é um indicador especialmente útil para análises diárias. Tentar usar um VWAP para vários dias pode apresentar uma média distorcida. Sendo assim, o VWAP funciona melhor para análises intradiárias, ou seja, análises que consideram o período de um dia ou menos.

Como as médias móveis, o VWAP é um indicador Lagging, pois é baseado em dados de preços anteriores. Da mesma forma que a média móvel, quanto maior o volume de dados, maior o atraso. Ou seja, um VWAP de 20 minutos reagirá mais rapidamente às alterações de preços recentes do que um VWAP de 200 minutos. 

É importante lembrar que, como é baseado em dados de preços passados, o indicador VWAP não possui qualidades preditivas. 

Embora o VWAP seja um poderoso indicador usado por muitos traders, sua interpretação não deve ser feita de forma isolada. Por exemplo, mencionamos que um ativo pode ser considerado subvalorizado quando o preço estiver abaixo da linha VWAP. No entanto, em uma forte tendência de alta, o preço pode, durante um período considerável, não atingir um valor inferior ao VWAP.
Dessa forma, os traders que aguardam por esse sinal específico podem perder uma possível oportunidade. Com isso dito, perder um trade pode não ser o fim do mundo. Se a estratégia de entrada de um trader depende da ocorrência de um evento específico, e esse evento não acontecer, ele não deverá entrar. No entanto, se a estratégia dele for bem pensada e ele for capaz de manter a consistência do plano, ele provavelmente terá sucesso a longo prazo. Independentemente da abordagem, é fundamental entender e gerenciar os riscos.


Considerações finais

O VWAP é um indicador que informa o preço médio de um ativo para um determinado período, em relação ao volume. 

Alguns traders podem usar o VWAP para entrar ou sair de posições com base em cruzamentos com o preço. Pode ser especialmente útil para identificar potenciais pontos de entrada e saída para trades de grandes valores.
O VWAP é um indicador Lagging, ou seja, não possui qualidades preditivas de preço. Alguns traders argumentam que é mais indicado para análises intradiárias. Como em qualquer outra ferramenta de análise de mercado, o VWAP não deve ser interpretado isoladamente e funciona melhor em conjunto com outras técnicas.