Por que o Bitcoin Tem Valor?
Índice
Introdução
Por que o dinheiro tem valor?
O que é moeda fiduciária?
Por que a moeda fiduciária tem valor?
Por que a criptomoeda tem valor?
O que é valor intrínseco?
Por que o Bitcoin é valioso?
Valor do Bitcoin como token de utilidade
Valor do Bitcoin associado à descentralização
Valor do Bitcoin associado à distribuição
Valor do Bitcoin em sistemas de confiança
Valor do Bitcoin associado à escassez
Valor do Bitcoin associado à segurança
O Bitcoin como reserva de valor
Considerações finais
Por que o Bitcoin Tem Valor?
InícioArtigos
Por que o Bitcoin Tem Valor?

Por que o Bitcoin Tem Valor?

Iniciante
Published Jun 22, 2021Updated Oct 14, 2021
10m

TL;DR

O valor do Bitcoin deriva de uma variedade de atributos diferentes. Em última análise, as criptomoedas e as moedas fiduciárias (fiat) têm valor devido ao fator confiança. Enquanto a sociedade acreditar no sistema fiduciário, o dinheiro continuará tendo valor. Podemos dizer o mesmo sobre o Bitcoin: ele tem valor porque os usuários acreditam nisso. No entanto, existem mais fatores que devem ser considerados.

Ao contrário da moeda fiduciária (fiat), o Bitcoin não tem banco central e sua estrutura descentralizada permitiu a criação de um sistema financeiro único. A tecnologia Blockchain oferece muitos benefícios de segurança, utilidade, entre outros. Ela também forneceu uma maneira revolucionária de lidar com a transferência de valor globalmente. O Bitcoin também pode atuar, de várias maneiras, como um ativo de reserva de valor semelhante ao ouro.


Introdução

Uma das maiores dificuldades para os recém-chegados do setor cripto é entender como e por que uma criptomoeda como o Bitcoin (BTC) pode ter valor. A moeda é digital, não há nenhum ativo físico atrelado à ela e o conceito de mineração pode ser muito complicado. De certa forma, a mineração cria novos bitcoins "do nada". Na prática, porém, um processo bem sucedido de mineração requer um grande investimento. Mas como tudo isso torna o BTC valioso?

Pense no dinheiro que todos nós usamos diariamente. Não há mais ouro ou ativos atrelados à nossas notas para garantir seu valor. Geralmente, o dinheiro que recebemos em empréstimos, existe apenas como números em uma tela, graças ao sistema bancário de reservas fracionárias. Governos e bancos centrais como o Federal Reserve podem criar dinheiro novo e aumentar sua oferta através de alguns mecanismos econômicos.

Embora existam diferenças notáveis, o BTC, como forma digital de dinheiro, compartilha algumas semelhanças com a moeda fiduciária a que estamos acostumados. Então, antes de entrarmos no ecossistema das criptomoedas, vamos discutir primeiro o valor do dinheiro fiduciário.


Por que o dinheiro tem valor?

Basicamente, o que dá valor ao dinheiro é o fator confiança. Essencialmente, o dinheiro é uma ferramenta usada para troca de valores. Qualquer objeto poderia ser usado como dinheiro, desde que a comunidade local o aceite como pagamento por bens e serviços. Nas primeiras civilizações humanas, vários tipos de objetos eram usados como dinheiro - como pedras e conchas.


O que é moeda fiduciária?

A moeda fiduciária é o dinheiro oficial emitido por um governo. Hoje, nossa sociedade troca valores por meio de notas de papel, moedas e números digitais em nossas contas bancárias (que também definem nossos valores de crédito ou dívidas).

Antigamente, as pessoas podiam ir ao banco para trocar seu papel-moeda por ouro ou outros metais preciosos. Na época, esse mecanismo garantiu que moedas como o dólar americano tivessem seu valor atrelado a um valor equivalente em ouro. No entanto, o padrão ouro foi abandonado pela maioria das nações e não é mais a base de nossos sistemas monetários. 

Depois de remover o vínculo da moeda com o ouro, agora usamos a moeda fiduciária sem qualquer lastro. Este desacoplamento deu aos governos e bancos centrais mais liberdade para a adoção de políticas monetárias que afetam o fornecimento de dinheiro. Algumas das principais características da moeda fiduciária são:
  1. É emitida por uma autoridade central ou governo.
  2. Não tem valor inerente. Não possui lastro ou vínculo ao ouro ou qualquer outra mercadoria.
  3. Tem potencial de fornecimento ilimitado.


Por que a moeda fiduciária tem valor?

Com o abandono do padrão ouro, aparentemente temos uma moeda sem valor. O dinheiro, entretanto, ainda paga nossa comida, contas, aluguel e outros itens. Conforme discutimos, o valor do dinheiro deriva da crença e confiança coletiva. Portanto, para manter um alto nível de confiança, um governo precisa dar suporte e administrar adequadamente a sua moeda fiduciária. Podemos facilmente identificar exemplos onde a confiança em um governo ou banco central foi perdida, devido à hiperinflação e políticas monetárias ineficientes, como ocorreu na Venezuela e no Zimbábue.


Por que a criptomoeda tem valor?

As criptomoedas têm algumas características em comum com nossa ideia padrão de dinheiro, mas existem algumas diferenças notáveis. Embora algumas criptomoedas como a PAXG sejam atreladas a commodities como o ouro, a maioria das criptomoedas não tem nenhum ativo subjacente. Novamente, o fator confiança desempenha um papel significativo no valor das criptomoedas. Por exemplo, as pessoas acreditam no valor do investimento em Bitcoin, sabendo que outras pessoas também confiam no Bitcoin e aceitam o BTC como sistema de pagamento e meio de troca.
Para algumas criptomoedas, a utilidade também é um fator importante. Para acessar certos serviços ou plataformas, pode ser necessário usar um token de utilidade (utility token). Neste caso, um serviço em alta demanda fornecerá valor ao seu token de utilidade. Nem todas as criptomoedas são iguais, então seu valor realmente depende das características de cada moeda, token ou projeto.

Quando se trata de Bitcoin, podemos restringi-lo a seis recursos que discutiremos posteriormente: utilidade, descentralização, distribuição, sistemas de confiança, escassez e segurança.


O que é valor intrínseco?

O valor intrínseco é algo que se discute muito em relação ao valor do Bitcoin. Mas o que isso significa? Ao avaliar uma commodity como o petróleo, sabemos que ela tem valor intrínseco na produção de energia, plásticos e outros materiais.

As ações também têm valor intrínseco, pois representam o patrimônio de uma empresa produtora de bens ou serviços. Na verdade, muitos investidores usam a análise fundamental para tentar calcular o valor intrínseco de um ativo. Por outro lado, a moeda fiduciária não tem valor intrínseco porque é apenas um pedaço de papel. Como vimos, seu valor deriva do fator confiança.

O sistema financeiro tradicional tem muitas opções de investimento que carregam valor intrínseco, de commodities a ações. Os mercados Forex são uma exceção, pois lidam com moedas fiduciárias e os traders frequentemente lucram com as oscilações das taxas de câmbio de curto e médio prazo. E o Bitcoin?


Por que o Bitcoin é valioso?

Este é um assunto subjetivo com muitas opiniões divergentes. Claro, pode-se dizer que o preço de mercado do Bitcoin representa o seu valor. No entanto, isso não responde a nossa pergunta. O mais importante é entender por que as pessoas julgam que ele tem valor. Vamos analisar algumas das características que fazem do Bitcoin um ativo valioso.


Valor do Bitcoin como token de utilidade

Um dos principais benefícios do Bitcoin é sua capacidade de transferir rapidamente grandes quantias de valor globalmente, sem a necessidade de intermediários. Devido às taxas, pode ser relativamente caro enviar pequenas quantias em BTC, mas considerando transações maiores, é possível enviar milhões de dólares pagando poucas taxas. Abaixo, podemos ver uma transação de Bitcoin no valor aproximado de $45.000.000 (USD) enviada com uma taxa de pouco menos de US$ 50 (em junho de 2021).


Embora o Bitcoin não seja a única rede que torna isso possível, ainda é a maior, mais segura e mais popular. A Lightning Network é uma ferramenta de layer-2 que também possibilita pequenas transações. Mas, independentemente da quantia, a capacidade de fazer transações sem limites de fronteiras é certamente algo valioso.


Valor do Bitcoin associado à descentralização

A descentralização é uma das principais características das criptomoedas. Ao eliminar as autoridades centrais, as blockchains dão mais poder e liberdade à comunidade de usuários. Qualquer um pode ajudar a melhorar a rede Bitcoin graças à sua natureza open-source (de código aberto). 
Até mesmo a política monetária da criptomoeda funciona de maneira descentralizada. O trabalho dos mineradores por exemplo, envolve a verificação e validação de transações, mas também garante que novos bitcoins sejam adicionados ao sistema, à uma taxa estável e previsível.
A descentralização do Bitcoin oferece um sistema muito robusto e seguro. Nenhum node único na rede é capaz de tomar decisões em nome de todos os participantes. A validação da transação e as atualizações do protocolo precisam ter consenso de grupo. Isso protege o sistema do Bitcoin contra a má gestão e tentativas de fraude.


Valor do Bitcoin associado à distribuição

Permitindo a participação do maior número possível de pessoas, a rede Bitcoin melhora sua segurança geral. Quanto mais nodes conectados à rede distribuída do Bitcoin, maior será seu valor. Com o sistema de ledger distribuído e transações entre diferentes usuários, não há necessidade de confiar em uma única fonte da verdade.

Sem o fator distribuição, poderíamos ter várias versões da verdade, difíceis de verificar. Imagine que uma equipe está trabalhando em um documento que foi enviado por e-mail. Conforme os membros da equipe enviam o documento entre eles por e-mail, são criadas diferentes versões com alterações que podem ser difíceis de rastrear.

Além disso, um banco de dados centralizado é mais suscetível a ataques cibernéticos e interrupções do que um sistema distribuído. É comum ter problemas ao usar um cartão de crédito por conta de um problema no servidor. Um sistema com base em nuvem como o do Bitcoin é mantido por milhares de usuários em todo o mundo, tornando-o muito mais eficiente e seguro.


Valor do Bitcoin em sistemas de confiança

A descentralização do Bitcoin é um grande benefício para a rede, mas ainda precisa de proteção. A cooperação entre usuários em qualquer rede grande e descentralizada é sempre um desafio. Para solucionar este problema, conhecido como Problema do General Bizantino, Satoshi Nakamoto implementou um mecanismo de consenso Proof of Work que recompensa o comportamento positivo dos usuários. 

A confiança é uma parte essencial de qualquer commodity ou item de valor. A perda de confiança no banco central é algo desastroso para a moeda de um país. Da mesma forma, para utilizar as transferências internacionais de dinheiro, temos que confiar nas instituições financeiras envolvidas. Existe mais confiança envolvida nas operações do Bitcoin do que em outros sistemas e ativos que usamos diariamente.

No entanto, os usuários de Bitcoin não precisam confiar uns nos outros. Eles só precisam confiar na tecnologia do Bitcoin, que se provou muito confiável e segura. O código-fonte é público. O Proof of Work é um mecanismo transparente que permite que qualquer pessoa verifique a validade. É fácil de identificar o valor associado ao mecanismo de consenso, que quase sempre está livre de erros.


Valor do Bitcoin associado à escassez

A estrutura do Bitcoin foi desenvolvida com um fornecimento definido, limitado a 21.000.000 BTC. Após a mineração da última moeda realizada pelos mineradores de Bitcoin, estimada para o ano de 2140, não haverá emissão de novas moedas. Embora commodities tradicionais como ouro, prata e petróleo sejam limitadas, encontramos novas reservas a cada ano. Essas descobertas dificultam o cálculo do nível exato de escassez dos metais preciosos. 
Teoricamente, após a mineração de todo o BTC, o Bitcoin deve ser deflacionário. Conforme usuários perdem ou queimam moedas, o fornecimento diminuirá e o preço irá, provavelmente, aumentar. Por isso, os holders veem muito valor na escassez do Bitcoin.
A escassez do Bitcoin também gerou o popular modelo Stock-to-Flow. O modelo tenta prever o valor futuro do BTC, com base na mineração anual de Bitcoins e no fornecimento total. Quando testado (backtesting), ele modela com bastante precisão a curva de preço do Bitcoin até o momento. De acordo com esse modelo, a principal força motriz do preço do Bitcoin é a sua escassez. Graças a essa relação entre preço e escassez, os holders valorizam o Bitcoin como reserva de valor. Discutiremos mais esse conceito no final do artigo.


Valor do Bitcoin associado à segurança

Em relação à segurança dos seus fundos investidos, não há muitas outras opções que fornecem tanta segurança quanto o Bitcoin. Se você seguir as práticas recomendadas, seus fundos estarão muito seguros. Em países desenvolvidos, você pode considerar como garantida a segurança oferecida pelos bancos. Mas, para muitas pessoas, as instituições financeiras não fornecem tanta proteção e o armazenamento de grandes quantias pode ser muito arriscado.

Para realizar um ataque à rede do Bitcoin, um usuário ou grupo de hackers precisaria obter 51% do poder de mineração atual. Ou seja, é praticamente impossível coordenar um ataque desta proporção. A probabilidade de um ataque bem-sucedido ao sistema do Bitcoin é extremamente baixa e, mesmo que aconteça, não durará muito.

As únicas ameaças reais ao armazenamento do seu BTC são:

  1. Fraudes e ataques de phishing
  2. Perda da chave privada
  3. Armazenamento de BTC em uma carteira de custódia comprometida, da qual você não possui a chave privada
Seguindo as práticas recomendadas para garantir que nenhuma das ameaças acima aconteça, você provavelmente terá um nível de segurança superior ao de muitos bancos. A melhor parte é que você nem precisa pagar para manter suas criptomoedas seguras. E, ao contrário dos bancos, não há limites diários ou mensais. O Bitcoin permite que você tenha total controle sobre o seu dinheiro.


O Bitcoin como reserva de valor

A maioria das características descritas também podem qualificar o Bitcoin como uma boa reserva de valor. Metais preciosos, dólares americanos e títulos do governo são opções mais tradicionais, mas o Bitcoin está ganhando reputação como uma alternativa moderna e muitos o consideram o "ouro digital". Para que algo seja considerado uma boa reserva de valor, é necessário:
  1. Durabilidade: Enquanto houver computadores mantendo a rede, o Bitcoin é 100% durável. O BTC não pode ser destruído como o dinheiro físico e é, de fato, mais durável do que moedas fiduciárias e metais preciosos.
  2. Portabilidade: Como moeda digital, o Bitcoin é incrivelmente portátil. Você só precisa de conexão com a Internet e de suas chaves privadas para acessar seu patrimônio (holdings) de BTC de qualquer lugar.
  3. Divisibilidade: Cada BTC é divisível em 100.000.000 de satoshis, permitindo que os usuários façam transações de todos os tamanhos.
  4. Fungibilidade: Cada BTC ou satoshi é intercambiável com outra unidade. Este aspecto permite que a criptomoeda seja usada como moeda de troca globalmente.
  5. Escassez: O fornecimento total será de apenas 21 milhões de BTC, sendo que milhões já foram perdidos para sempre. A oferta de Bitcoin é muito mais limitada do que as inflacionárias moedas fiduciárias, que têm um aumento de oferta com o passar do tempo.
  6. Aceitabilidade: A adoção do BTC têm crescido muito como método de pagamento para indivíduos e empresas e a indústria blockchain continua crescendo a cada dia.
Se quiser explorar mais a fundo este assunto, consulte o artigo O Bitcoin é uma Reserva de Valor?.


Considerações finais

Infelizmente, não existe uma resposta única sobre o valor do Bitcoin. A criptomoeda tem os principais aspectos de muitos ativos valiosos, como metais preciosos e moedas fiduciárias, mas não se encaixa facilmente em uma categoria. Ela atua como um dinheiro sem o apoio do governo e apresenta escassez como uma mercadoria, embora seja digital. 

A falta geral de conhecimento e alguns mal-entendidos levaram ao questionamento do real valor do Bitcoin. Com o uso de palavras como "golpe" e "esquema Ponzi" é fácil perceber que algumas pessoas carregam medos infundados. No entanto, em última análise, o Bitcoin é executado em uma rede muito segura e a criptomoeda tem um valor considerável atribuído a ela por sua comunidade, seus investidores e traders.