Uma Introdução às Dark Pools
HomeArticles

Uma Introdução às Dark Pools

Intermediário
1w ago
4m

Conteúdo

O que é uma dark pool?

A dark pool é um local privado que facilita o câmbio de instrumentos financeiros. É diferente de uma exchange pública, pois não existe um livro de ordens visível e as trades não são públicas (elas se tornam visíveis somente depois de executadas).

A liquidez em mercados dark pool é chamada de liquidez dark pool. A maior parte do trading dark pool é realizado em blocos de trade. Um bloco de trade é uma transação de uma grande quantidade de um ativo a um determinado preço.

Dark pools surgiram pela primeira vez na década de 1980 e têm sido utilizadas principalmente por investidores institucionais que efetuam trades de grandes quantidades de títulos.

O uso de dark pools permite que as instituições façam ordens e negociem sem revelar publicamente suas intenções. Essa é uma característica útil, pois as intenções de comprar ou vender grandes quantidades de um ativo podem ter um efeito prejudicial nas trades, antes que exista a chance de executá-las.

Dark pools cresceram e se tornaram uma parte considerável dos mercados globais de ações, e este artigo visa analisar seu potencial impacto no ambiente das criptomoedas.


Quais são as vantagens de se usar uma dark pool?

  • Redução do impacto relacionado ao sentimento do mercado: Traders que desejam negociar quantias maiores podem ocultar suas intenções do público geral. 
  • Melhoria de preço: A correspondência das trades geralmente é feita com base na média da melhor oferta e preço de venda disponíveis. Nesses casos, tanto o comprador quanto o vendedor obtêm uma trade mais favorável do que no mercado aberto (o comprador compra mais barato e o vendedor vende por um preço maior). 
  • Não há slippage: Como a maior parte das trades de dark pool é feita em trades de bloco a preços pré-determinados, os traders têm a certeza de que serão capazes de executar toda a trade pelo preço previsto, sem a ocorrência de slippage (deslizamento).

 

Quais são as controvérsias em torno das dark pools?

  • Conflito de interesses: Como o livro de ordens não é visível, não existe garantia de que uma trade foi executada com o melhor preço possível. Se a instituição que facilita a operação de trade tiver um conflito de interesses, ela poderá ocultar os preços reais do mercado.
  • Efeito prejudicial sobre os preços de mercado: Se a maioria das trades ocorrer em dark pools, os preços nas exchanges públicas podem não refletir o mercado real. Boa parte dos investimentos e das trades dependem do fluxo livre de informações e as dark pools dificultam esse fluxo.
  • Vulnerabilidade a traders de alta frequência (HFT): As dark pools podem ser um ambiente ideal para práticas predatórias de traders de alta frequência. Se eles tiverem acesso privilegiado aos dados do livro de ordens, poderão executar ordens grandes e tirar proveito de traders inocentes.
    Dark pools também permitem outro método conhecido como ping, que inclui o envio de um grande número de pequenas ordens para mapear uma ordem oculta de grande valor. Ele é usado para medir áreas de liquidez na carteira de ordens e oferece aos traders de alta frequência uma vantagem que pode ser considerada prejudicial ao mercado.
  • Menor tamanho médio de trades: Desde seu surgimento na década de 1980, o tamanho médio de trades dark pool diminuiu significativamente. Isso indica que não são apenas instituições financeiras que estão usando dark pools para negociar grandes quantias. Esse fato torna sua existência muito menos atraente e possivelmente até prejudicial para o mercado geral. A execução de ordens menores em exchanges com uma carteira de ordens publicamente visível, pode levar a um mercado mais saudável.  


Dark pools descentralizadas

Semelhante às dark pools dos mercados de ações tradicionais, as dark pools para trading de criptomoedas estão disponíveis em algumas plataformas de trading.

As dark pools descentralizadas possuem a vantagem de métodos de verificação digital mais seguros, quando comparadas às dark pools tradicionais. Os protocolos descentralizados de dark pool são capazes de manter um preço justo de mercado para todos os participantes sem que haja possibilidade de manipulação de preços. 

Em trades que envolvem múltiplas blockchains, atomic swaps cross-chain poderiam ser usados para facilitar trades sem a necessidade de um intermediário.

Dark pools descentralizadas também podem empregar outras tecnologias criptográficas, como zero-knowledge proofs (provas de conhecimento zero) para verificação da integridade das transações na dark pool. 

As dark pools também podem ser úteis nos mercados de criptomoedas ilíquidos, pois permitem que os traders executem transações maiores sem slippage (deslizamento). Embora uma ordem de maior tamanho possa ter um impacto considerável em um mercado ilíquido, a mesma trade pode ser executada em uma dark pool sem slippage.

Por causa da falta de traders institucionais no ambiente das criptomoedas, as dark pools tiveram um efeito menor nos mercados cripto, mas isso pode mudar no futuro.


Considerações finais

Devido à total falta de transparência, as dark pools têm sido objeto de controvérsia desde a sua existência. Ocultar a maior parte do volume de trading não é uma propriedade desejável quando se trata de qualquer mercado.

Com os desenvolvimentos recentes nos métodos de verificação criptográfica, o uso de dark pools pode se tornar mais seguro. Os protocolos de código aberto podem ser criados de modo que possam manter as mesmas regras de modo verificável para todos os participantes, o que reduz o risco de usar dark pools.