O que é um Empréstimo Criptomoedas e Como Ele Funciona?
Índice
Introdução
O que é um empréstimo cripto?
Como funcionam os empréstimos cripto?
Tipos de empréstimo de criptomoedas
Vantagens e desvantagens dos empréstimos de criptomoedas
Fatores importantes a se considerar antes de fazer um empréstimo cripto
Projetos conhecidos para empréstimo de criptomoedas
Como solicitar um empréstimo cripto na Binance?
Considerações finais
O que é um Empréstimo Criptomoedas e Como Ele Funciona?
InícioArtigos
O que é um Empréstimo Criptomoedas e Como Ele Funciona?

O que é um Empréstimo Criptomoedas e Como Ele Funciona?

Intermediário
Published Feb 4, 2022Updated Mar 2, 2022
9m

TL;DR

Com o empréstimo cripto, os usuários solicitam e oferecem empréstimos de criptomoedas com juros ou uma taxa adicional. Você pode receber um empréstimo instantaneamente e começar a investir fornecendo apenas algumas garantias (colateral). O processo é feito através de um DApp de empréstimos DeFi ou em uma corretora de criptomoedas. Se o valor da sua garantia estiver abaixo de um determinado valor, você deve adicionar mais saldo até atingir o nível necessário para evitar a liquidação. Ao reembolsar o empréstimo e pagar a taxa adicional, seu capital é desbloqueado. 

Você também pode obter empréstimos sem garantia, conhecidos como flash loans, que devem ser pagos na mesma transação. Caso contrário, a transação de empréstimo será revertida antes de ser finalizada. Os empréstimos cripto simplificam os empréstimos em geral e o processo é totalmente automatizado por contratos inteligentes. Para muitos, é uma maneira fácil de obter rendimento percentual anual (APY) em criptoativos armazenados (HODL) ou ter acesso a crédito barato.

No entanto, assim como qualquer projeto, contrato inteligente ou investimento em blockchain, o empréstimo de criptomoedas também envolve riscos financeiros. Por exemplo, se você usar uma moeda volátil como garantia, poderá ser liquidado durante a noite. Contratos inteligentes também podem ser hackeados, atacados ou explorados de alguma forma, o que geralmente leva a grandes perdas.

Antes de solicitar ou oferecer um empréstimo, tenha ciência de que você perderá a custódia de suas moedas. O processo as remove de seu controle e reduz sua liquidez. Anote todos os termos e condições do empréstimo para saber quando você terá acesso aos seus fundos e entender as taxas envolvidas. Você pode fazer empréstimos com sua conta da Binance hoje mesmo. Basta acessar a página de Empréstimos Cripto.


Introdução

Quando falamos de ganhos e perdas em criptomoedas, geralmente pensamos em preços voláteis e mercados muito movimentados. Mas essa não é a única maneira de ganhar dinheiro com blockchain. O empréstimo de criptomoedas é um serviço de fácil acesso, onde você pode emprestar seus fundos com risco relativamente baixo. Por outro lado, também é possível obter acesso rápido a ativos digitais emprestados, pagando baixas taxas de juros. O processo de solicitar ou oferecer empréstimos é geralmente mais simples, eficiente e barato com criptomoedas. É uma opção que vale a pena explorar, tanto para credores quanto para mutuários.



O que é um empréstimo cripto?

Um empréstimo cripto transfere criptomoedas de um usuário para outro com a adição de uma taxa. O método exato de gerenciamento do empréstimo varia de acordo com a plataforma. Você encontra serviços de empréstimo cripto em plataformas centralizadas e descentralizadas, mas os princípios básicos são os mesmos.
Além disso, você não precisa, necessariamente, ser um credor. Você pode obter rendas passivas e ganhar juros ao bloquear suas criptomoedas em um pool que gerencia seus fundos. Dependendo da confiabilidade do contrato inteligente utilizado, os riscos de perder seus fundos são geralmente baixos. O baixo risco pode estar associado a um alto valor de garantia (colateral) por parte do mutuário ou ao gerenciamento adequado de uma plataforma CeFi (finanças centralizadas) como a Binance.


Como funcionam os empréstimos cripto?

Um empréstimo de criptomoedas normalmente envolve três partes: o credor, o mutuário e uma plataforma DeFi (Finanças Descentralizadas) ou corretora (exchange) de criptomoedas. Na maioria dos casos, o mutuário deve comprometer um colateral antes de receber as criptomoedas. Também existe a opção de fazer empréstimos sem garantia (flash loans). Mais sobre isso nos próximos tópicos deste artigo. Do outro lado do processo de empréstimo, há geralmente um contrato inteligente que emite stablecoins ou uma plataforma que empresta fundos de outros usuários. Os credores adicionam suas criptomoedas a um pool que gerencia todo o processo e encaminha a eles uma parte dos juros.


Tipos de empréstimo de criptomoedas

Flash loans

Os flash loans permitem que você solicite empréstimos sem a necessidade de garantias. O nome remete ao fato de o empréstimo ser concedido e reembolsado rapidamente, em um único bloco. Se o empréstimo e o valor adicional de juros não forem pagos, a transação será cancelada antes mesmo de ser validada em um bloco. Nesse caso, essencialmente, o empréstimo nunca aconteceu, pois a transação não foi confirmada e adicionada à blockchain. Um contrato inteligente controla todo o processo, portanto, nenhuma interação humana é necessária.

Em um empréstimo flash loan, você precisa agir rápido. Os contratos inteligentes são usados por conta desse requisito. Com a lógica de contrato inteligente, é possível criar uma transação principal que contém subtransações. Se uma subtransação falhar, a transação principal não será concluída.

Vamos ver um exemplo. Suponha que um token está sendo negociado a US$ 1,00 no pool de liquidez A e a US$ 1,10 no pool de liquidez B. No entanto, você não tem fundos para comprar tokens do primeiro pool e vender no segunda. Portanto, você pode fazer um flash loan e aproveitar essa oportunidade de arbitragem, em um único bloco. Por exemplo: Imagine que nossa transação principal receberá um empréstimo flash loan de 1.000 BUSD de uma plataforma DeFi e o reembolsará, posteriormente. Podemos dividir isso em subtransações menores:

1. Os fundos emprestados são transferidos para sua carteira.

2. Você compra US$ 1.000 em criptomoedas do pool de liquidez A (1.000 tokens).

3. Você vende os 1.000 tokens por US$ 1,10 no pool de liquidez B, recebendo US$ 1.100.

4. Você transfere o valor do empréstimo mais a taxa adicional para o contrato inteligente de flash loan.

Se alguma dessas subtransações não puder ser executada, o credor cancelará o empréstimo antes que ele ocorra. Através deste método, é possível lucrar com esse tipo de empréstimo instantâneo (flash loan), sem nenhum risco para você e sem necessidade de colateral. As oportunidades mais comuns para flash loans incluem swaps de garantia (collateral swaps) e arbitragem de preços. No entanto, você só pode usar seu flash loan na própria blockchain correspondente (on-chain). A transferência de fundos para uma blockchain diferente violaria a regra de um único bloco de transações.

Empréstimos com colateral (garantia)

Um empréstimo com garantia dá ao mutuário mais tempo para usar seus fundos. Para isso, ele oferece um valor conhecido como colateral. O MakerDAO é um exemplo onde os usuários podem oferecer várias criptomoedas como garantia sobre seus empréstimos. Com a volatilidade das criptomoedas, você provavelmente terá uma baixa relação empréstimo/valor (LTV), como 50%, por exemplo. Ou seja, o valor do seu empréstimo será apenas metade do valor oferecido como garantia. Essa diferença oferece uma margem para o valor do colateral, caso ele apresente quedas. Se o valor do colateral cair e for inferior ao valor do empréstimo (ou algum outro valor definido), os fundos serão vendidos ou transferidos para o credor.
Por exemplo, um empréstimo de $10.000 em BUSD, com um LTV de 50%, exigirá que você deposite $20.000 (USD) em Ether (ETH) como colateral. Se o valor cair para menos de US$ 20.000, você precisará adicionar mais fundos. Se o valor cair para menos de US$ 12.000, você será liquidado e o credor receberá seus fundos de volta.

Quando você faz um empréstimo, recebe principalmente stablecoins recém-emitidas (como DAI) ou criptomoedas emprestadas de outro usuário. Os credores depositam seus ativos em um contrato inteligente que provavelmente bloqueará os fundos por um período específico. Após receber os fundos, você é livre para fazer o que quiser com eles. No entanto, você precisa complementar seu valor de colateral conforme a alteração de preços e garantir que não ocorra uma liquidação. 

Se a relação LTV ficar muito alta, também é possível que você pague multas. Um contrato inteligente gerencia todo o processo, tornando-o transparente e eficiente. No momento de reembolso do seu empréstimo, acrescido de quaisquer juros adicionais, você receberá de volta o seu colateral.


Vantagens e desvantagens dos empréstimos de criptomoedas

Os empréstimos de criptomoedas são ferramentas muito usadas no setor DeFi há anos. Mas, apesar de sua popularidade, existem algumas desvantagens. Certifique-se de avaliar muito bem cada caso, antes de oferecer ou solicitar empréstimos:

Vantagens

1. Capital facilmente acessível. Empréstimos cripto são concedidos a qualquer pessoa que possa fornecer garantias ou devolver os fundos no prazo estipulado, no caso de um flash loan. Sendo assim, empréstimos cripto são mais fáceis e acessíveis quando comparados a empréstimos de uma instituição financeira tradicional. Além disso, não há necessidade de comprovação de crédito.
2. Gerenciamento de empréstimos por contratos inteligentes. O contrato inteligente automatiza todo o processo, fazendo com que solicitações e ofertas de empréstimo sejam mais eficientes.
3. Fácil obtenção de renda passiva com pouco esforço. HODLers podem deixar suas criptomoedas em um cofre e obter rendimentos (APY) sem precisar gerenciar o empréstimo por conta própria.

Desvantagens

1. Alto risco de liquidação dependendo do valor de colateral. Mesmo no caso de empréstimos sobrecolateralizados, os preços das criptomoedas podem cair repentinamente e levar o usuário à liquidação.
2. Contratos inteligentes podem ser vulneráveis a ataques. Um código mal desenvolvido e explorações de backdoor podem levar à perda de garantias ou fundos emprestados.
3. Solicitar/oferecer empréstimos pode aumentar os riscos associados ao seu portfólio. Embora diversificar seu portfólio seja uma boa ideia, fazê-lo por meio de empréstimos trará riscos adicionais.


Fatores importantes a se considerar antes de fazer um empréstimo cripto

Ao usar uma plataforma de empréstimos confiável e ativos estáveis como garantia, você terá mais chance de sucesso em empréstimo de criptomoedas. Mas não se apresse. Antes de solicitar ou oferecer um empréstimo, considere as seguintes dicas:

1. Entenda os riscos de abrir mão da custódia de suas criptomoedas. Assim que as moedas são transferidas de sua carteira, você está confiando em outra pessoa/organização (ou em um contrato inteligente) para gerenciá-las por você. Os projetos podem ser alvos de hackers e golpes e, em alguns casos, suas moedas não estarão imediatamente acessíveis/disponíveis para saque.
2. Antes de emprestar suas criptomoedas, avalie as condições do mercado. Suas moedas podem ficar bloqueadas por um determinado período, impossibilitando uma reação às quedas do mercado de criptomoedas. Oferecer ou receber empréstimos em uma nova plataforma também é arriscado. Talvez seja melhor esperar até que a mesma prove ser confiável.
3. Leia os termos e condições do empréstimo. Existe uma grande variedade de opções disponíveis para solicitação de um empréstimo. Procure as melhores taxas de juros e avalie se os termos e condições são favoráveis.


Projetos conhecidos para empréstimo de criptomoedas

Aave

Aave é um protocolo DeFi com base na Ethereum que oferece várias opções de empréstimo de criptomoedas. Você pode solicitar ou oferecer empréstimos, bem como entrar em pools de liquidez e ter acesso a outros serviços DeFi. O protocolo Aave é talvez mais famoso por seu trabalho na popularização de flash loans. Para emprestar fundos, você deposita seus tokens na plataforma Aave e recebe aTokens. Eles funcionam como seu recibo e os juros que você ganha dependem da criptomoeda depositada.

Abracadabra

Abracadabra é um projeto DeFi multi-chain que permite aos usuários fazer staking de seus tokens (que rendem juros) como garantia. Os usuários ganham tokens que geram juros ao depositar seus fundos em um pool de empréstimos ou em um yield optimizer (otimizador de rendimento). Ao manter o token (holding), o usuário tem acesso ao depósito original mais os juros gerados.

Você pode ganhar ainda mais com seus tokens, usando-os como colateral para um empréstimo da stablecoin Magic Internet Money (MIM). Uma estratégia possível é depositar stablecoins em um contrato inteligente de yield farming e depois usar os tokens com juros para gerar MIM. Desde que suas stablecoins não sofram com a volatilidade, as chances de liquidação serão baixas.

Binance

Além dos serviços de trading, a Binance oferece aos usuários uma grande variedade de outros produtos financeiros cripto para empréstimos e geração de renda passiva. Se você não quiser acessar DApps e gerenciar uma carteira DeFi por conta própria, usar uma plataforma CeFi (finanças centralizadas) pode ser a opção mais fácil. Na Binance, o usuário tem acesso a empréstimos com garantia em cripto (cripto-colateral) de diversos tokens e moedas, incluindo Bitcoin (BTC), ETH e BNB. Os fundos para esses empréstimos vêm de usuários da Binance que desejam obter juros sobre suas criptomoedas armazenadas (HODLing).


Como solicitar um empréstimo cripto na Binance?

É muito fácil solicitar um empréstimo de criptomoedas diretamente da sua conta Binance. Faça o login e acesse a página de Empréstimos Cripto.


1. Selecione a criptomoeda e o valor desejado para o empréstimo.

2. Escolha o ativo que deseja oferecer como garantia (colateral). O colateral necessário será exibido neste campo, conforme o LTV inicial exibido no painel ao lado direito.

3. Selecione o período de tempo desejado para o empréstimo do ativo.

4. Quando estiver satisfeito com os detalhes do seu empréstimo, clique em [Solicitar Empréstimo Agora].



Considerações finais

Quando usadas com responsabilidade, as plataformas de empréstimo de criptomoedas oferecem ótimas oportunidades para mutuários e credores. Os HODLers agora têm mais uma opção para obter renda passiva e os investidores podem aproveitar ainda mais o potencial de seus fundos, usando-os como colateral. Independente de escolher um projeto DeFi ou CeFi para gerenciar seus empréstimos, é importante que você entenda os termos e condições e priorize o uso de plataformas confiáveis. A tecnologia blockchain facilitou o acesso e a oferta de crédito, tornando o empréstimo de criptomoedas uma ferramenta poderosa, disponível a todos os usuários interessados.