O que é Trading de Arbitragem?
InícioArtigos

O que é Trading de Arbitragem?

Iniciante
3w ago
5m

TL;DR

A arbitragem é uma estratégia de trading de risco relativamente baixo que aproveita as diferenças de preços entre mercados. Na maioria das vezes, envolve a compra e venda do mesmo ativo (como o Bitcoin) em diferentes exchanges. Teoricamente, o preço do Bitcoin deveria ser igual na Binance e em outras plataformas. Qualquer diferença de preço entre as duas é uma provável oportunidade de arbitragem.

Essa é uma estratégia muito comum no setor de investimentos financeiros, porém trata-se de uma ferramenta utilizada principalmente por grandes instituições financeiras. Com a democratização dos mercados financeiros, graças às criptomoedas, pode haver uma oportunidade para investidores de criptomoedas também obterem lucros dessa forma.


Introdução

E se você pudesse garantir que um trade será lucrativo? Como seria isso? Você saberia, antes mesmo de entrar no trade, que teria lucro. Qualquer pessoa com acesso a esse tipo de vantagem iria explorá-la ao máximo.

Embora não exista uma estratégia com lucro garantido, o trading de arbitragem é o mais próximo que você vai chegar disso. Investidores competem ferozmente para ter a oportunidade de entrar nesses tipos de trades. Por esse motivo, os trades de arbitragem, costumam gerar lucros muito pequenos e dependem muito da velocidade e do volume de cada trade. É por isso que a maioria das operações de arbitragem é feita por algoritmos desenvolvidos por empresas de high-frequency trading (HFT).


O que é trading de arbitragem?

A arbitragem é uma estratégia de trading que visa gerar lucro ao comprar um ativo em um mercado e, simultaneamente, vendê-lo em outro. Isso normalmente é feito com ativos idênticos negociados em diferentes exchanges. A diferença de preço entre esses instrumentos financeiros deveria, teoricamente, ser zero, uma vez que estão literalmente negociando o mesmo ativo.

O desafio de um trader de arbitragem, ou arbitrador, não é apenas encontrar essas diferenças de preços, mas também ser capaz de executar as operações rapidamente. Como provavelmente outros traders de arbitragem também verão essa diferença no preço (o spread), a janela de lucratividade geralmente fechará muito rapidamente.

Além disso, como trades de arbitragem apresentam pouco risco, normalmente os retornos são baixos. Isso significa que os traders de arbitragem não só precisam agir rapidamente, mas também precisam de muito capital para fazer o trade valer a pena.

Você pode estar se perguntando quais são os tipos de trading de arbitragem disponíveis para os investidores de criptomoedas. Existem diversos tipos, então vamos analisar alguns deles. 


Tipos de trading de arbitragem

Existem muitos tipos de estratégias de arbitragem que traders de todo o mundo utilizam em muitos mercados diferentes. No entanto, quando se trata de traders de criptomoedas, existem alguns tipos distintos que são mais comumente usados.


Arbitragem cambial

O tipo mais comum de trading de arbitragem é a arbitragem cambial (exchange arbitrage), que ocorre quando um trader compra o mesmo criptoativo em uma exchange e vende em outra.

O preço das criptomoedas pode mudar rapidamente. Se você observar o livros de ordens de um mesmo ativo em diferentes exchanges, verá que os preços quase nunca são exatamente iguais, em um determinado momento. É aqui que entram os traders de arbitragem. Eles tentam se aproveitar dessas pequenas diferenças para obter lucro. Isso, por sua vez, torna o mercado subjacente mais eficiente, uma vez que o preço permanece em uma faixa relativamente contida em diferentes plataformas de trading. Nesse sentido, ineficiências de mercado significam oportunidades.

Mas como isso funciona na prática? Digamos que haja uma diferença de preço do Bitcoin entre a Binance e outra plataforma. Se um trader de arbitragem ver isso, ele vai querer comprar o Bitcoin na plataforma com o preço mais baixo e vendê-lo na plataforma com o preço mais alto. Claro, o momento e a execução seriam cruciais. O mercado do Bitcoin é relativamente maduro e as oportunidades de arbitragem de câmbio tendem a ter uma janela de oportunidade muito pequena.


Arbitragem de contratos futuros

Outro tipo comum de trading de arbitragem para investidores de criptoderivativos é a arbitragem de contratos futuros (funding rate arbitrage). Isso ocorre quando um trader compra uma criptomoeda e protege (hedging) seu movimento de preço com um contrato futuro na mesma criptomoeda cuja taxa de financiamento é inferior ao custo de compra da criptomoeda. O custo, neste caso, significa quaisquer taxas que a operação possa ter.

Digamos que você tenha uma quantia de Ethereum. No momento, você pode estar feliz com esse investimento, mas o preço da Ethereum vai flutuar muito. Portanto, você decide proteger sua exposição de preço vendendo por um contrato futuro (shorting) de mesmo valor do seu investimento inicial em Ethereum. Digamos que a taxa de financiamento deste contrato pague 2%. Ou seja, você receberia 2% por possuir Ethereum sem qualquer risco relacionado à variação do preço, resultando em uma oportunidade de arbitragem lucrativa.


Arbitragem triangular

Outro tipo muito comum de trading de arbitragem no setor das criptomoedas é a arbitragem triangular. Este tipo de arbitragem ocorre quando um trader percebe uma discrepância de preço entre três criptomoedas diferentes e as negocia uma pela outra em uma espécie de loop.

A ideia por trás da arbitragem triangular é tentar tirar vantagem da diferença relativa de preços entre as moedas (como o BTC/ETH). Por exemplo, você poderia comprar Bitcoin com BNB, depois comprar Ethereum com Bitcoin e, finalmente, comprar de volta BNB com Ethereum. Se o valor relativo entre Ethereum e o Bitcoin não corresponde ao valor que cada uma dessas moedas tem em BNB, existe uma oportunidade de arbitragem.


➟ Pensando em investir em criptomoedas? Compre Bitcoin na Binance!


Riscos associados ao trading de arbitragem

Embora o trading de arbitragem seja considerado de risco relativamente baixo, isso não significa que seja zero. Sem riscos, não haveria recompensa e o trading de arbitragem não é uma exceção.

O maior risco associado ao trading de arbitragem é o risco de execução. Esse risco existe quando o spread entre os preços fecha antes de o trader conseguir finalizar a operação, resultando em retornos nulos ou negativos. Isso pode ocorrer devido ao slippage, a execução lenta, a custos de transação muito altos, a um aumento repentino na volatilidade, etc.

Outro grande risco relacionado ao trading de arbitragem é o risco de liquidez. Isso acontece quando não há liquidez suficiente para realizar os trades nos mercados e concluir a arbitragem. Se você estiver operando com instrumentos alavancados, como contratos futuros, também é possível que você sofra uma margin call, caso o movimento do mercado seja contrário à sua posição. Como sempre, é fundamental exercer um gerenciamento de riscos adequado.


Considerações finais

Ser capaz de tirar vantagem do trading de arbitragem é uma grande oportunidade para os traders de criptomoedas. Com a dose certa de velocidade e capital para esses tipos de estratégias, você é capaz de executar operações lucrativas e de baixo risco em instantes.

O risco associado ao trading de arbitragem não deve ser esquecido. Embora o trading de arbitragem possa denotar algo como “lucro sem risco” ou “lucro garantido”, a realidade é que há risco suficiente envolvido para manter qualquer trader em alerta.

Ainda tem dúvidas sobre trading de arbitragem ou arbitragem estatística? Confira nossa plataforma de perguntas e respostas, Ask Academy, onde a comunidade Binance responde as suas perguntas.