Guia Sobre Market Makers e Market Takers
Índice
Introdução
Vamos falar sobre liquidez
Market makers e market takers
Taxas maker-taker
Considerações finais
Guia Sobre Market Makers e Market Takers
InícioArtigos
Guia Sobre Market Makers e Market Takers

Guia Sobre Market Makers e Market Takers

Iniciante
Published Nov 28, 2018Updated May 21, 2022
5m

TL;DR

Os mercados são compostos por makers e takers. Os makers criam ordens de compra ou venda que não são executadas imediatamente (por exemplo, “vender BTC quando o preço atingir US$ 15 mil”). Isso gera liquidez, fazendo com que seja mais fácil comprar ou vender BTC instantaneamente quando a condição for atendida. Os usuários que compram ou vendem instantaneamente são chamados de takers. Em outras palavras, os takers preenchem as ordens criadas pelos makers.


Introdução

Em qualquer tipo de corretora (seja Forex, de ações ou de criptomoedas), o sistema efetua a correspondência entre vendedores e compradores. Sem esse mecanismo de correspondência, você precisaria anunciar suas ofertas de trade de Bitcoin ou Ethereum nas redes sociais e encontrar alguém estivesse interessado.

Neste artigo, discutiremos o conceito de makers e takers. Cada participante do mercado se enquadra em pelo menos uma dessas categorias – na verdade, como trader, você provavelmente atuará como ambos. A existência de makers e takers é um fator essencial de muitas plataformas de trading e sua presença (ou ausência) é o que difere as boas corretoras das ruins.


Vamos falar sobre liquidez

Antes de nos aprofundarmos no conceito de makers e takers, é importante falarmos sobre liquidez. Quando você ouve os termos líquido ou ilíquido em relação a um ativo, eles se referem à facilidade com que você pode vendê-lo. 

Uma onça de ouro é um ativo muito líquido porque pode ser facilmente negociada por dinheiro, em um curto período de tempo. Uma estátua de dez metros de altura do CEO da Binance montado em um touro, infelizmente, é um ativo altamente ilíquido. Embora ficaria ótimo no jardim da frente de qualquer casa, a realidade é que nem todos estariam interessados nesse objeto.

Uma ideia relacionada (mas um pouco diferente) é a de liquidez do mercado. Um mercado líquido é aquele em que você pode comprar e vender ativos facilmente a um valor justo. Há uma alta demanda de usuários querendo adquirir o ativo e muitas ofertas de quem deseja vendê-lo. 
Por conta desse volume de atividades, compradores e vendedores tendem a se encontrar "no meio": o valor da ordem de venda mais barata (preço de venda) estará próximo do valor mais alto das ordens de compra (preço de compra). Sendo assim, a diferença entre o preço de compra mais alto e o preço de venda mais baixo seria pequena (ou estreita). A propósito, essa diferença é chamada de bid-ask spread (ou spread de compra e venda).

Por outro lado, um mercado ilíquido não apresenta nenhuma dessas propriedades. Se você quiser vender um ativo, terá problemas para vendê-lo a um preço justo porque não há tanta demanda disponível. Como consequência, os mercados ilíquidos geralmente têm um spread de compra e venda muito maior.

Ok! Agora que falamos de liquidez, vamos discutir o conceito de makers e takers.


Market makers e market takers

Como mencionado, os traders que operam em uma corretora atuam como makers ou takers. 


Makers 

As corretoras geralmente calculam o valor de mercado de um ativo através de um livro de ordens. É nele que ele coleta todas as ofertas de compra e venda de seus usuários. Você pode, por exemplo, enviar a seguinte instrução ao livro de ordens: Comprar 800 BTC a US$ 4.000. A instrução é enviada ao livro de ordens e será executada caso o preço atinja US$ 4.000. 

A Ordem Maker (Post Only), como a descrita acima, exige que você anuncie suas intenções com antecedência, adicionando-as ao livro de ordens. Neste caso, você é um maker, pois “criou” uma oportunidade no mercado. A corretora é como uma mercearia que cobra uma taxa para os indivíduos colocarem mercadorias nas prateleiras, e cada usuário adiciona seu próprio estoque.

É comum que grandes traders e instituições (como as especializadas em HFT - trading de alta frequência) assumam o papel de makers do mercado. No entanto, pequenos traders também podem ser makers. Basta que eles criem determinados tipos de ordens que não são executadas imediatamente.

Observe que o uso de uma ordem limite não garante que sua ordem seja uma ordem Maker. Se quiser garantir que a ordem seja inserida no livro de ordens antes de ser preenchida, selecione "Post Only" ao criá-la (função atualmente disponível apenas nas versões de web e desktop).


Takers

Usando a mesma analogia da loja, você coloca seu estoque nas prateleiras para que alguém compre seus produtos. Os usuários que compram são os takers. Em vez de comprar produtos específicos em uma loja, eles estão consumindo a liquidez fornecida por você.

Pense nisso: ao inserir uma oferta no livro de ordens, você aumenta a liquidez da corretora porque facilita o processo de compra ou venda dos usuários. Por outro lado, o taker remove parte dessa liquidez  com uma ordem a mercado – uma instrução para compra ou venda ao preço de mercado atual. Quando isso acontece, as ordens existentes no livro de ordens são preenchidas imediatamente.

Se você já criou uma ordem a mercado na Binance ou em outra corretora de criptomoedas para fazer trades, você atuou como um taker. No entanto, você também pode ser um taker ao usar ordens limite. A questão é: você será um taker sempre que executar/preencher a ordem de outra pessoa. 



Taxas maker-taker

Muitas corretoras obtêm uma parte considerável de sua renda cobrando taxas de trading sobre o mecanismo de correspondência de usuários que oferecem. Ou seja, sempre que você cria uma ordem e ela é executada, você paga uma pequena taxa. Essa taxa varia dependendo da corretora e também pode variar conforme o tipo e o tamanho da operação de trade.

Geralmente, os makers recebem algum tipo de desconto, pois estão adicionando liquidez à corretora. Isso é bom para os negócios – outros traders e investidores em potencial pensam "Uau! Esta plataforma tem muita liquidez, vou fazer trades aqui". Afinal, uma plataforma com maior liquidez será mais atraente, pois os trades são executados com mais facilidade. Em muitos casos, por não fornecerem liquidez, os takers pagam taxas mais altas do que os makers.
Conforme mencionado, a estrutura de taxas maker-taker depende da plataforma. Você pode consultar as taxas maker-taker da Binance, acessando a página Taxas de Trading.


Considerações finais

Resumindo, os makers são os traders que criam ordens e esperam até que elas sejam preenchidas. Os takers preenchem/executam as ordens criadas por outros usuários. O ponto chave aqui é: os market makers são provedores de liquidez

Para corretoras que usam um modelo maker-taker, os makers são vitais para a atratividade da plataforma como local de trading. Geralmente, as corretoras oferecem taxas mais baixas aos makers, como recompensa pelo fornecimento de liquidez. Por outro lado, os takers usam essa liquidez para comprar e vender ativos com facilidade, mas geralmente pagam taxas mais altas.