Guia Sobre Taxas de Juros
Guia Sobre Taxas de Juros
InícioArtigos

Guia Sobre Taxas de Juros

Iniciante
Published Dec 24, 2020Updated Jun 25, 2021
5m

TL;DR

Não faz muito sentido emprestar dinheiro de graça. Se Alice quiser $10.000 emprestados de Bob, Bob precisará de um incentivo financeiro para fazer o empréstimo. Esse incentivo vem na forma de juros – um tipo de taxa adicionada ao valor inicial, que Alice pegou emprestado.

As taxas de juros impactam profundamente a economia geral, pois aumentá-las ou diminuí-las afeta muito o comportamento das pessoas. De modo geral:

  • Taxas de juros mais altas tornam atraente a ideia de economizar dinheiro pois os bancos oferecem melhores retornos a quem armazena dinheiro com eles. Por outro lado, quando as taxas de juros são altas, não é interessante pedir dinheiro emprestado, pois você precisará pagar quantias bem mais altas do que o valor inicial.
  • Taxas de juros mais baixas fazem com que seja interessante pedir dinheiro emprestado e investir – já que o dinheiro não terá um bom rendimento quando armazenado. Além disso, você não precisa pagar grandes quantias sobre o valor emprestado.


Introdução

Como vimos em Como Funciona a Economia?, o crédito desempenha um papel fundamental na economia global. Basicamente, é como um aditivo para transações financeiras – os usuários podem fazer uso de um capital que eles não têm e pagar a dívida em uma data posterior. Empresas podem usar crédito para comprar recursos, usar esses recursos para obter lucro e então pagar o credor. Um consumidor pode pegar um empréstimo para comprar bens e posteriormente, devolver o valor do empréstimo em parcelas, ao longo do tempo.

É claro que, antes de mais nada, é necessário que haja um incentivo financeiro para que um credor ofereça crédito. Normalmente, eles cobram juros. Neste artigo, vamos analisar as taxas de juros e seu funcionamento.


O que é taxa de juros?

A taxa de juros é um pagamento feito a um credor pelo indivíduo que solicitou o empréstimo. Se Alice pedir dinheiro emprestado a Bob, ele pode oferecer os $10.000 com uma taxa 5% de juros. Ou seja, Alice precisará pagar os $10.000 originais (o principal) mais 5% dessa quantia até o final do período. Portanto, o valor total do pagamento de Alice para Bob será de $10.500.

Portanto, a taxa de juros é uma porcentagem dos juros a serem pagos por período. Se for de 5% ao ano, então Alice deverá pagar $10.500 após o primeiro ano. A partir daí, podemos ter:

  • uma taxa de juros simples – os anos seguintes continuarão com o valor de 5% sobre o capital inicial

ou 

  • uma taxa de juros compostos – 5% sobre $10.000 (+$500) no primeiro ano, então 5% sobre $10.500 + $525 = $11.025 no segundo ano. E assim por diante.


Por que as taxas de juros são importantes?

A menos que você faça, exclusivamente, transações de criptomoedas, dinheiro e moedas de ouro, as taxas de juros afetam você, como acontece com a maioria. Mesmo que você encontre uma maneira de pagar por tudo em Dogecoin, ainda será afetado pelas taxas de juros, devido a importância delas na economia.
Considere um banco comercial – todo o seu modelo de negócios (banco de reserva fracionária) gira em torno de empréstimos e investimentos. Quando você deposita dinheiro, está agindo como um credor. Você recebe juros do banco porque eles emprestam seus fundos para outras pessoas. Por outro lado, quando você pede dinheiro emprestado, você terá de pagar juros ao banco.

Os bancos comerciais não têm muita flexibilidade quando se trata de definição das taxas de juros – isso depende de entidades chamadas bancos centrais. Pense no Sistema da Reserva Federal (US Federal Reserve), no Banco Popular da China ou no Banco da Inglaterra. O trabalho dessas organizações é manter a economia saudável e para desempenhar essa função, elas aumentam ou diminuem as taxas de juros de acordo.

Pense nisso: se as taxas de juros forem altas, você receberá mais juros ao emprestar seu dinheiro. No entanto, será mais caro solicitar um empréstimo. Por outro lado, não é muito lucrativo fornecer um empréstimo quando as taxas de juros estão baixas, mas solicitar um empréstimo se torna algo interessante.

No final das contas, essas medidas controlam o comportamento dos consumidores. Geralmente, a redução das taxas de juros é feita para estimular os gastos em épocas de desaceleração da economia, pois incentiva as pessoas e empresas a solicitarem empréstimos. Então, com mais crédito disponível, eles provavelmente irão gastar mais, reaquecendo a economia.

A redução das taxas de juros pode ser uma boa medida a curto prazo para reaquecer a economia, mas também causa inflação. Há mais crédito disponível, mas a quantidade de recursos permanece a mesma. Ou seja, a demanda por bens aumenta, mas a oferta não. Naturalmente, os preços começam a subir até que a economia alcance um ponto de equilíbrio.

Nesse ponto, altas taxas de juros podem servir como uma contramedida. Com valores altos de juros, o volume de crédito em circulação diminui, pois todos começam a quitar suas dívidas o quanto antes. Como os bancos oferecem taxas mais generosas neste período, a tendência é que os indivíduos economizem dinheiro, buscando obter rendimentos com juros. Com menos demanda por bens, a inflação diminui – mas o crescimento econômico desacelera.



O que é taxa de juros negativa?

Frequentemente, economistas e especialistas falam sobre taxas de juros negativas. Como você pode imaginar, são taxas abaixo de zero que exigem que você pague para emprestar dinheiro – ou até mesmo armazená-lo em um banco. Ou seja, as taxas negativas fazem com que os empréstimos sejam mais caros para os bancos. Na realidade, você terá um custo até para economizar dinheiro em uma poupança.

Isso pode parecer um conceito sem lógica. Afinal, o credor (quem empresta o dinheiro) é quem assume o risco do devedor não pagar o empréstimo. Por que então, o credor deve pagar pelo empréstimo? 

Talvez seja por isso que as taxas de juros negativas são uma espécie de último recurso para corrigir economias em períodos de dificuldade. A ideia vem do medo de armazenar dinheiro durante uma crise econômica. Os indivíduos preferem esperar até que a economia se recupere para se envolver em qualquer atividade econômica. 

Quando as taxas são negativas, esse comportamento não faz sentido – solicitar empréstimos e gastar/investir dinheiro parecem ser as escolhas mais sensatas. É por isso que taxas de juros negativas são consideradas, por alguns, uma medida válida em condições econômicas adversas ou incomuns.


Considerações finais

Em geral, as taxas de juros parecem ser um conceito relativamente simples de entender. 

No entanto, elas fazem parte da economia moderna – como vimos, alterações nas taxas de juros podem mudar consideravelmente o comportamento de indivíduos e empresas. É por isso que os bancos centrais desempenham um papel tão proativo, usando taxas de juros para gerenciar o fluxo econômico de uma nação.

Ainda tem dúvidas sobre taxas de juros e economia? Confira nossa plataforma de perguntas e respostas, Ask Academy, onde a comunidade Binance responde as suas perguntas.