O que é Dogecoin?
Tabela de Conteúdos
Introdução
Uma breve história da Dogecoin
Como funciona a Dogecoin?
O que você pode fazer com Dogecoin?
Considerações finais
O que é Dogecoin?
Página Inicial
Artigos
O que é Dogecoin?

O que é Dogecoin?

Iniciante
Publicado em Oct 9, 2020Atualizado em Nov 24, 2022
6m

TL;DR

Sim, Dogecoin é uma criptomoeda baseada em um dos memes mais famosos de todos os tempos. Surpreendentemente, sua natureza cômica não prejudicou sua sobrevivência. A Dogecoin possui uma comunidade dedicada de usuários que levantaram fundos para diversas iniciativas ao longo dos anos.

Introdução

A chegada do Bitcoin em 2009 abriu as portas para as moedas digitais. Desde seu lançamento, milhares de criptomoedas alternativas (altcoins) foram criadas, oferecendo uma grande variedade de casos de uso. Algumas moedas buscam se estabelecer como uma alternativa ao dinheiro. Outros projetos têm ênfase em plataformas de contratos inteligentes, como a Ethereum.

Dentre as primeiras moedas, a Dogecoin é talvez uma das mais peculiares. Ela cativou os entusiastas de criptomoedas desde 2014, e neste artigo explicaremos o porquê.

Uma breve história da Dogecoin

Fundação e lançamento

Dogecoin (DOGE) é uma criptomoeda peer-to-peer de código aberto (open-source), derivada de uma divisão (fork) da Litecoin. Como o nome sugere, a Dogecoin se baseia no meme Doge, que ficou muito famoso na internet em 2013. A imagem do meme mostra um cachorro da raça Shiba Inu, geralmente acompanhado de frases engraçadas escritas na fonte comic sans.

A ideia inicial de Billy Markus, um programador de Oregon, era criar uma espécie de criptomoeda de “brincadeira”. Ele argumentou que uma proposta mais descontraída de moeda teria mais chances de atrair a atenção do público do que o Bitcoin. Mais ou menos na mesma época, Jackson Palmer, da Adobe, afirmou em um antigo tweet (já excluído) que estava “investindo em Dogecoin, pois essa seria, com certeza, a próxima grande novidade”.

Após receber alguns incentivos, Palmer iniciou a criação do dogecoin.com. Quando Markus conheceu o site logo após seu lançamento, ele procurou Palmer para tornar o projeto realidade. Juntos, eles começaram a trabalhar no que agora é conhecido como Dogecoin.

Após o lançamento, a criptomoeda se espalhou rapidamente pelas redes sociais. Em poucos meses, atingiu um valor de capitalização de mercado de milhões de dólares.

Iniciativas da comunidade

A comunidade da Dogecoin adquiriu uma boa reputação devido às contribuições e doações. Começou com um sistema de gorjeta em sites como o Reddit, onde os usuários mandavam pequenas quantias de Dogecoin para recompensar os criadores de conteúdo.

Esse espírito de generosidade ecoou em suas campanhas de arrecadação de fundos mais ambiciosas: em 2014, foram arrecadados mais de US$ 30.000 em Dogecoin para que a equipe de bobsled jamaicana participasse dos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi. A equipe havia se classificado, mas não tinha condições de se locomover até a Rússia para o evento.

No mesmo ano, a comunidade lançou outras duas iniciativas. A Doge4Water conseguiu mais de US$30.000 para perfuração de poços no Quênia e entusiastas da Dogecoin patrocinaram o motorista da NASCAR, Josh Wise, com mais de US$50.000 em criptomoedas. Por conta disso, Wise pintou seu carro com o logotipo da Dogecoin.

O CEO da Tesla, Elon Musk, havia publicado um tweet que a Dogecoin “poderia ser” uma de suas criptomoedas favoritas. Após uma votação da comunidade, ele foi declarado, de brincadeira, o CEO da moeda.

A ascensão do TikTok

Em meados de 2020, um vídeo viral no aplicativo de compartilhamento de vídeos, TikTok, causou uma reação em cadeia, fazendo com que o preço da DOGE subisse significativamente. Um usuário chamou outros para se juntarem a ele na compra de Dogecoin, afirmando que todos eles ficariam ricos comprando moedas e vendendo-as assim que o preço chegasse a US$1. O hype cresceu exponencialmente, fazendo com que a Dogecoin atingisse um valor 2,5 vezes maior do que nas semanas anteriores. No entanto, esse período de empolgação durou pouco e os preços começaram a cair drasticamente.

Note que esse tipo de atividade pode ser considerado um pump and dump. Este tipo de esquema é ilegal em mercados tradicionais devido às condições perigosas para investidores. Os promotores compram grandes quantidades de um ativo antes de gerar entusiasmo em torno dele, atraindo investidores que não querem perder a boa oportunidade (FOMO). Como resultado, o preço aumenta significativamente (o “pump”). Em seguida, os promotores vendem seus holdings (participações), causando o “dump” – com tanta pressão de venda, o preço despenca e os investidores tardios sofrem enormes perdas.

Como sempre, faça sua própria pesquisa sobre possíveis investimentos. A Binance Academy oferece muitos recursos e informações sobre trading e economia, que podem ajudá-lo a entender melhor os mercados de criptomoedas.

Como funciona a Dogecoin?

A Dogecoin é baseada em um fork da Litecoin (LTC) chamado Luckycoin. No entanto, foram feitas alterações significativas no protocolo. Vamos ver como ele funciona.

Blockchain

Semelhante ao Bitcoin, o Dogecoin usa uma blockchain onde os blocos são anexados via Proof of Work. Os participantes da rede instalam um software de código aberto (open-source) em suas máquinas para que possam atuar como full nodes. Para quem não está familiarizado com termos da tecnologia blockchain, isso significa que cada participante mantém uma cópia completa do banco de dados (que contém todas as transações).

O sistema é descentralizado porque não há um administrador que o controla. Em vez disso, os usuários enviam informações diretamente uns aos outros e contam com técnicas criptográficas para saber se seus colegas estão agindo honestamente.

Para uma visão geral mais completa sobre esse tipo de sistema, confira O que é a Tecnologia Blockchain? Guia Definitivo.

Mineração e fornecimento

Em blockchains Proof of Work como a do Bitcoin, utiliza-se um processo chamado de mineração para criar novas moedas. Os participantes devem provar à rede que concluíram um determinado "trabalho". Podemos imaginar que esse "trabalho" refere-se à solução de um quebra-cabeça complexo.

O quebra-cabeça é resolvido através do hashing de informações, até que o usuário possa fornecer um output (saída) aceito pela rede. Ou seja, uma solução válida. Essa solução não pode ser produzida manualmente, então os usuários investem muita eletricidade e poder computacional na tentativa de encontrá-la.

Uma grande diferença entre Bitcoin e Litecoin é que a Litecoin não usa a função de hash SHA-256 para mineração. Essa foi uma decisão intencional – em vez disso, a Litecoin depende do Scrypt, um algoritmo Proof of Work ASIC-resistant.

Em linguagem simples, significa que as máquinas desenvolvidas especificamente para mineração de Bitcoin não seriam capazes de competir com computadores normais e GPUs usados para minerar Litecoin. Em tese, isso resultaria em um cenário de mineração mais descentralizado. Em pouco tempo, entretanto, surgiram os ASICs (circuitos integrados para aplicações específicas) para o Scrypt.

Como uma moeda derivada da Litecoin, a Dogecoin herdou o algoritmo do Scrypt. No entanto, para evitar qualquer competição e mitigar os riscos de segurança, os desenvolvedores da Dogecoin mudaram para um modelo de merged mining (mineração combinada). Assim, os mineradores de Litecoin poderiam ganhar Dogecoin simultaneamente. Para uma análise mais detalhada, confira o estudo de caso da Binance Research, Merged Mining in Dogecoin & Litecoin.

A mineração de Dogecoin visa um tempo de bloco de um minuto e produz uma recompensa de bloco de 10.000 DOGE. Não há um fornecimento máximo de unidades e mais de 130 bilhões de tokens já estão em circulação. Os entusiastas veem a remoção do limite de fornecimento como uma boa escolha, pois incentiva o gasto da moeda e impede que os primeiros usuários lucrem de maneira desproporcional.

O que você pode fazer com Dogecoin?

Como ocorre com muitas outras criptomoedas, existem várias formas de adquirir Dogecoin. Você pode minerá-las sozinho ou aceitá-las como pagamento por bens e serviços. O método mais fácil, entretanto, é comprá-las em uma corretora de criptomoedas. Normalmente, primeiro você precisa comprar Bitcoin ou outra moeda popular e então trocá-la por DOGE.

Depois de obter suas Dogecoin, você pode usá-las como faria com qualquer criptomoeda – você pode mantê-las a longo prazo em uma carteira de hardware, fazer trades com outras moedas, trocá-las por mercadorias ou oferecê-las como gorjeta.

Considerações finais

Apesar de ser um ativo cuja existência gira em torno de um meme da Internet, a Dogecoin desenvolveu uma comunidade de usuários dedicados. Muitos anos depois, a Dogecoin conseguiu permanecer entre uma das principais criptomoedas por capitalização de mercado.

Não está totalmente claro se o mercado avalia a Dogecoin como uma novidade, um ativo financeiro viável ou algo intermediário. Mas poucas criptomoedas tiveram o impacto que a moeda do Shiba Inu tem – mesmo que seja apenas por seu status como moeda meme.