Cripto vs. Ações: Qual é a Diferença?
Tabela de Conteúdos
Introdução
 
O que é uma criptomoeda? 
O que são ações?
Quais são as principais diferenças entre criptomoedas e ações?
Devo investir em criptomoedas ou ações?
Prós e contras de investir em criptomoedas
Prós e contras de investir em ações
Considerações finais 
Cripto vs. Ações: Qual é a Diferença?
Página Inicial
Artigos
Cripto vs. Ações: Qual é a Diferença?

Cripto vs. Ações: Qual é a Diferença?

Iniciante
Publicado em May 28, 2022Atualizado em Sep 29, 2022
6m

TL;DR

Criptomoedas são ativos digitais executados em redes distribuídas criptograficamente seguras. Elas podem ser usadas como meio de troca e reserva de valor. As ações representam a propriedade fracionária de participações de uma empresa. Embora sejam classes de ativos diferentes, tanto criptomoedas quanto ações são negociáveis e podem ser consideradas como formas de investimento. 

 

Introdução

As ações são uma classe de ativos estabelecida há muito tempo. Elas podem gerar retornos de longo e curto prazo. A criptomoeda é um instrumento financeiro mais recente, propenso a maior risco e volatilidade de preços. Embora ambos os instrumentos atraiam traders e investidores, as criptomoedas são normalmente consideradas uma alternativa aos ativos mais tradicionais. Dito isto, existem estratégias lucrativas em ambos os mercados. Este artigo aborda as principais diferenças entre os dois ativos, bem como seus prós e contras. 

 

O que é uma criptomoeda? 

Basicamente, criptomoedas são moedas digitais que funcionam através da tecnologia blockchain. Eles contam com técnicas criptográficas para proteger e verificar transações e são normalmente usadas como meio de troca e reserva de valor. A maioria das criptomoedas é executada em redes descentralizadas e seu valor de mercado é determinado pela lei da oferta e demanda.

O que são ações?

As ações representam a propriedade parcial do capital social de uma empresa e refletem o valor de uma empresa em atividade. Em alguns casos, o proprietário de uma ação também tem direito a uma parte dos lucros da empresa na forma de dividendos. O valor de uma ação varia de acordo com o desempenho da empresa e outros fatores, como anúncios de notícias relevantes. 

 

Quais são as principais diferenças entre criptomoedas e ações?

Tanto as criptomoedas quanto as ações são usadas pelos investidores para a construção de um patrimônio. No entanto, investir em ações é diferente de investir em criptomoedas. 

De forma distinta ao investimento em ações, o investimento em criptomoedas não envolve a propriedade parcial de uma empresa. Os investidores de criptomoedas também não recebem dividendos, no sentido tradicional. Em vez disso, eles podem fazer empréstimos ou staking de seus tokens cripto para gerar uma renda passiva. 

Também existem muitas diferenças em relação a como as criptomoedas e ações são negociadas. É possível comprar criptomoedas a qualquer hora do dia e da noite, em qualquer corretora digital, enquanto que as bolsas de ações operam com horário de funcionamento limitado durante a semana. 

 

Devo investir em criptomoedas ou ações?

Ambas as classes de ativos têm suas vantagens e limitações. A decisão depende de sua tolerância ao risco e de outras preferências. Em última análise, o que define o sucesso de seus investimentos é a sua capacidade de ponderar os riscos e recompensas e não os veículos de investimento utilizados. Muitos investidores experientes diversificam seus portfólios para ter exposição a criptomoedas e ações.

 

Prós e contras de investir em criptomoedas

Prós 

Acessibilidade: as criptomoedas não têm fronteiras. Qualquer pessoa com conexão à Internet pode usá-las. 

Descentralização: a maioria dos sistemas de criptomoedas não depende de uma autoridade central, tornando as criptomoedas resistentes à censura e ao controle centralizado.

Resistência à inflação: criptomoedas não são diretamente influenciadas pelas políticas monetárias dos bancos centrais, então seus preços são menos suscetíveis à inflação. No entanto, as criptomoedas não são todas iguais, por isso é importante considerar a taxa de emissão e o fornecimento total de cada criptoativo.

Flexibilidade: em comparação com as ações, os investidores têm mais opções, além do trading, para aumentar seu patrimônio de criptomoedas (holdings). Investidores de criptomoedas podem lucrar com yield farmingstaking e fornecendo liquidez. Produtos como os da Binance Earn são ótimos exemplos de como você pode aumentar seu patrimônio de criptomoedas. 

Variedade: o valor de muitos tokens não é puramente monetário. Por exemplo, os Fan Tokens estão associados a marcas ou times esportivos e oferecem benefícios e privilégios exclusivos aos holders (detentores) de tokens. Algumas criptomoedas são tokens de governança, que oferecem aos holders o direito de participar no desenvolvimento de um respectivo projeto ou protocolo.

Contras

Volatilidade dos preços: o mercado de criptomoedas é notoriamente propenso a grandes oscilações de preços. O potencial de ganhos rápidos é muito atraente para novos investidores. No entanto, eles devem estar cientes da possibilidade de perdas igualmente dramáticas.

Regulamentação imperfeita: as criptomoedas são legais em muitos países, mas sua regulamentação ainda não foi totalmente implementada no mundo todo. É fundamental que os investidores estejam atentos a possíveis problemas de conformidade e pesquisem sobre as leis que vigoram em sua região. 

Riscos de custódia: criptomoedas como o Bitcoin exigem uma chave privada para acessar os tokens armazenados em uma carteira de criptomoedas digital. Esquecer a seed phrase ou perder a carteira cripto física pode resultar na perda permanente dos seus fundos.

Retornos não garantidos: como qualquer mercado financeiro, não há garantia de retornos com criptomoedas. Embora o Bitcoin e outras altcoins tenham um bom desempenho a longo prazo, não há garantia de que elas continuem valorizando no futuro. Além disso, sempre há uma chance de que esses ativos tenham um desempenho diferente do esperado em investimentos de curto prazo. 

 

Prós e contras de investir em ações

Prós

Cada vez mais acessível:  com o surgimento de muitas plataformas on-line e aplicativos no mercado, está cada vez mais fácil investir em ações. Muitas dessas ofertas têm interfaces intuitivas e são integradas a outros serviços financeiros.

Regulamentação: muitos governos têm políticas bem consolidadas no que diz respeito à regulamentação do mercado de ações. Por exemplo, nos EUA, as empresas de capital aberto devem divulgar informações que possam afetar o valor de suas ações à Securities and Exchange Commission (SEC) — uma agência de supervisão do governo, responsável pela proteção do investidor. 

(De certa forma) resistentes à inflação: determinados tipos de ações, como títulos protegidos contra inflação (TIPS - Treasury Inflation-protected Securities), podem atuar como uma estratégia de hedge contra a inflação.

Variedade: existe uma ampla variedade de ações em diferentes indústrias e setores, disponíveis para investidores de varejo. Os traders podem escolher ações com base em vários critérios, desde o modelo de negócios e localização da empresa até o pagamento ou não de dividendos.

Contras

Volatilidade: o mercado de ações também não está imune a mudanças repentinas de preços no curto prazo. Se uma empresa está apresentando bons resultados, os preços de suas ações provavelmente subirão. Da mesma forma, se uma empresa relatar perdas ou se forem publicadas notícias negativas sobre ela, o valor de suas ações provavelmente cairá. Além disso, algumas ações podem ser mais voláteis do que outras. Por exemplo, o valor das ações de empresas em crescimento tende a flutuar mais do que o valor das ações blue-chip, que representam ações de empresas bem estabelecidas e com excelente reputação.

Altas taxas: na maioria dos casos, as taxas associadas às transações na bolsa de valores são relativamente altas e existem mais taxas em comparação com o trading de criptomoedas. Além das taxas de corretagem e comissões, também há outras cobranças associadas à compra ou venda de suas ações.

Retornos não garantidos: como qualquer mercado financeiro, não há garantia de retornos ao investir em ações. Embora existam ações que frequentemente superam os investimentos alternativos no longo prazo, sempre há uma chance de que elas tenham um desempenho diferente do esperado em investimentos de curto prazo.


Considerações finais 

Embora existam diferenças claras entre criptomoedas e ações, elas também têm semelhanças. Tanto as criptomoedas quanto as ações são opções de investimento válidas e podem servir a propósitos diferentes em seu portfólio. Independentemente de qual você escolher, certifique-se sempre de estar ciente dos riscos associados e de fazer suas próprias pesquisas (DYOR).