6 Empresas Globais Que Estão Desenvolvendo o Metaverso
Índice
Introdução
Como o metaverso está sendo construído?
Por que as empresas estão interessadas em construir um metaverso?
Google
Facebook (Meta)
Microsoft
Binance
Epic Games
Tencent
Considerações finais
6 Empresas Globais Que Estão Desenvolvendo o Metaverso
InícioArtigos
6 Empresas Globais Que Estão Desenvolvendo o Metaverso

6 Empresas Globais Que Estão Desenvolvendo o Metaverso

Iniciante
Published Dec 8, 2021Updated Jan 14, 2022
6m

TL;DR

O metaverso está entrando em um estágio importante de desenvolvimento. Empresas de jogos, criadores e projetos cripto menores trabalham em parceria com gigantes da tecnologia, como o Google e o Facebook (Meta), para a criação de plataformas e conteúdos de metaverso. Com o aumento dessa tendência, as grandes empresas de tecnologia com plataformas que já complementam o conceito de metaverso, começaram seus desenvolvimentos. O Google, por exemplo, está adotando uma abordagem sutil que enfatiza a realidade aumentada para conectar os mundos digital e real.

A Meta, antigo Facebook, foi na direção oposta e já tem projetos totalmente focados no desenvolvimento do próprio metaverso. Incluindo a já divulgada mudança de nome. A empresa já possui os hardwares de VR (realidade virtual) essenciais e já tem seu projeto de criptomoeda, a Libra.

A Microsoft está focada em escritórios virtuais e ambientes de trabalho no metaverso. A proposta das empresas é criar espaços virtuais de trabalho e colaboração para seus funcionários, oferecendo um nível de conexão mais profundo do que as chamadas de vídeo padrão.

Embora a Binance não atue diretamente no desenvolvimento de um metaverso, ela fornece a infraestrutura cripto essencial. Por exemplo, o Binance NFT Marketplace reúne compradores e vendedores de ativos digitais de metaverso. Além disso, a Binance oferece mercados com alta liquidez para trading de tokens do metaverso.

A Epic Games tem duas estratégias principais de metaverso. Primeiro, a empresa planeja aprimorar a experiência dos usuários e suas tecnologias para oferecer suporte a mais jogadores. Ela também quer auxiliar criadores no desenvolvimento de ativos 3D profissionais para o metaverso.

A empresa chinesa Tencent é uma das maiores do mundo nos setores de videogames e serviços de comunicação. O grupo mencionou publicamente que a sua experiência em jogos é um bom ponto de partida para o desenvolvimento do metaverso, aproveitando sua tecnologia já existente.


Introdução

A construção do metaverso requer muito tempo e esforço. E quem está desenvolvendo a infraestrutura necessária? Uma das melhores coisas sobre o metaverso é que ele não pode ser criado por apenas uma entidade. O metaverso é uma combinação de vários aspectos da vida, trabalho e lazer. Pequenas equipes trabalham em conjunto com grandes empresas globais e qualquer um pode ajudar a construir o metaverso. A Binance Academy já publicou artigos sobre projetos cripto menores de metaverso. Neste artigo, no entanto, discutiremos os planos de alguns dos gigantes da indústria de tecnologia.


Como o metaverso está sendo construído?

Antes de nos aprofundarmos nos planos de cada empresa, vamos definir o que significa "construção do metaverso". Se você precisa relembrar o que é metaverso, leia nosso artigo O que é Metaverso? . A construção do metaverso é um conceito semelhante à criação da Internet. É preciso desenvolver o conteúdo e a tecnologia que usamos para nos conectar. Você pode criar um jogo play-to-earn interativo, um mercado de ativos virtuais ou um método que possibilita o uso de plataformas interoperáveis. São muitas possibilidades a serem exploradas.


Por que as empresas estão interessadas em construir um metaverso?

Algumas das empresas que mencionaremos já possuem plataformas líderes nas principais áreas do metaverso. A Tencent tem o WeChat, a Meta tem o Facebook e o Instagram e a Epic Games tem o Fortnite (estes são apenas alguns exemplos). Aparentemente, essas plataformas estarão envolvidas com o metaverso de alguma forma, então faz sentido que as empresas desenvolvam suas próprias soluções relacionadas a esse novo conceito. 

Muitos projetos cripto do metaverso também obtiveram grande sucesso em termos de inovação e receita. Projetos como o Axie Infinity, Decentraland e Roblox inspiraram uma nova geração de desenvolvedores e grandes empresas globais. Startups e empresas de tecnologia estão em uma corrida para desenvolvimento das novas tendências. Vejamos alguns dos maiores projetos e quais as expectativas sobre eles.


Google

Em uma entrevista à Bloomberg, o CEO do Google, Sundar Pichai, explicou sua visão do metaverso como uma "evolução da computação de forma imersiva, através da realidade aumentada". Na verdade, o Google já tem muita experiência com realidade aumentada graças ao seu produto Google Glass. Em novembro de 2021, o Google reorganizou seus departamentos de VR (realidade virtual) e AR (realidade aumentada), com uma nova equipe do Google Labs que inclui a ferramenta de videoconferência holográfica, Project Starline. 

O principal foco do Google atualmente é nos conectar através de avatares, combinando o mundo digital e o real. Embora ainda não tenhamos uma proposta concreta de metaverso do Google, as bases e o histórico da empresa nos indicam um avanço nessa direção.


Facebook (Meta)

O Facebook é obviamente um dos principais nomes quando se trata do desenvolvimento de um metaverso em grande escala. A empresa até mudou o nome para Meta, indicando seu enorme interesse no assunto. A marca conta com as ferramentas Facebook, Instagram e Oculus VR. A Meta já possui muitos dos elementos-chave que compõem um metaverso. Em uma escala menor, já podemos ver alguns de seus desenvolvimentos no metaverso:

1. Mensagens VR - importante para ajudar a conectar os usuários de forma imersiva
2. Projeto Cambria - um fone de ouvido VR compatível com o Oculus Quest VR. 
3. Horizon Marketplace - um mercado para compradores, vendedores e criadores negociarem produtos e ativos digitais.
O CEO Mark Zuckerberg já comentou sobre a importância de Tokens Não Fungíveis (NFTs), criptomoedas e blockchains no metaverso. Com o projeto da Libra em andamento, futuramente provavelmente também veremos tudo isso incorporado à Meta.


Microsoft

A principal oferta da Microsoft para o metaverso é o software Mesh for Teams, que será lançado em 2022. O projeto é resultado direto da tendência de trabalhar em casa, que ficou mais forte durante a pandemia, juntamente com o aumento da popularidade do conceito de metaverso. O software estará disponível para dispositivos padrão e fones de ouvido VR e oferecerá uma nova experiência de escritório virtual permanente. 

A chave para a experiência do Mesh for Teams é fazer com que o avatar virtual de cada usuário funcione como a sua identidade digital. Assim, será possível usar o avatar para explorar áreas e espaços virtuais no mundo digital, um aspecto importante de qualquer metaverso.


Binance

A Binance tem um papel essencial no metaverso devido à importância das criptomoedas e da tecnologia blockchain. O metaverso permite a criação de novos sistemas e processos financeiros e a Binance está contribuindo com a infraestrutura necessária. Por exemplo, o Marketplace NFT da Binance é um mercado que permite a compra e venda de NFTs de ativos virtuais de diversas blockchains. Isso ajuda a melhorar a interoperabilidade entre diferentes ecossistemas de metaverso.
A corretora Binance Exchange também oferece uma grande variedade de pares de tokens do metaverso. O fornecimento de mercados líquidos para o metaverso impulsiona o crescimento da indústria. Para começar a fazer trading com tokens do Metaverso, consulte nosso Guia Binance para Iniciantes, crie sua própria conta e compre suas primeiras criptomoedas.


Epic Games

A Epic Games sem dúvida tem uma das plataformas de metaverso mais desenvolvidas da atualidade: o Fortnite. O que começou como apenas um jogo se transformou em uma vasta plataforma social e mundo virtual, com mais de 350 milhões de jogadores. Os eventos virtuais contam com a participação de várias celebridades, marcas e parcerias para cerimônias de premiação e shows.

A empresa tem dois objetivos principais no que diz respeito ao metaverso. Primeiro, ela deseja expandir o Fortnite para uma plataforma que pode atrair e oferecer suporte a mais do que seus atuais 60 milhões de usuários mensais. A Epic Games também quer tornar "o conteúdo 3D, AR e VR mais acessível e incentivar o ecossistema dos criadores, que são essenciais para um Metaverso aberto e interconectado". Com isso, qualquer pessoa poderá criar conteúdos 3D profissionais, oferecendo uma experiência de qualidade no metaverso.


Tencent

A Tencent opera como um dos maiores fornecedores de videogames em todo o mundo e também é dona das redes sociais chinesas e plataformas de mensagens, WeChat e Tencent QQ. Ambas essas áreas são essenciais para o desenvolvimento do metaverso. A Tencent QQ já oferece recursos de jogos, e-commerce, música, filmes e bate-papo com voz, tudo em seu portal da web. O WeChat é um aplicativo usado para pagamentos que pode ser vinculado a plataformas de redes sociais.

Durante uma teleconferência, os executivos da Tencent comentaram sobre a importância de sua infraestrutura de jogos no desenvolvimento do metaverso. A Tencent já tem muitos aplicativos e projetos disponíveis. Ela planeja ser pioneira na gamificação no metaverso, aproveitando sua experiência na indústria.

No entanto, a Tencent anunciou publicamente que dará menos ênfase a hardwares de VR. Em vez disso, a empresa busca soluções de softwares para oferecer mais envolvimento aos jogadores no metaverso. Essa proposta está associada à sua participação acionária na Epic Games, produtores do Fortnite, e na Riot Games, criadora do League of Legends. Por isso, provavelmente o foco da Tencent no metaverso será a indústria de jogos/videogames.


Considerações finais

A corrida para desenvolvimento do metaverso já começou. Mas, ao contrário de outras tecnologias, há muito espaço no metaverso para inovação de diversas áreas. Após o sucesso das cripto com o metaverso, gigantes como o Google e a Meta (Facebook) já estão trabalhando para incorporá-los em seus planos. No entanto, é aqui que veremos a concorrência direta entre grandes empresas e pequenas equipes do setor cripto. Independentemente de quem sair na frente, é bem provável que as inovações e o desenvolvimento do metaverso avançarão rapidamente nos próximos anos.