O que é Metaverso?
Índice
Introdução
Qual é a definição de metaverso?
Qual é a ligação dos jogos de videogames com o metaverso?
Como o setor cripto se encaixa no metaverso?
Como seria um emprego no metaverso?
Exemplos de metaverso
Qual é o futuro do metaverso?
Considerações finais
O que é Metaverso?
InícioArtigos
O que é Metaverso?

O que é Metaverso?

Iniciante
Published Sep 21, 2021Updated Oct 21, 2021
8m

TL;DR

O metaverso é um conceito de universo online 3D que combina diversos ambientes virtuais. Podemos imaginar o metaverso como uma iteração futura da Internet. O metaverso permitirá que os usuários trabalhem, se encontrem, joguem e socializem em ambientes 3D.

O metaverso ainda não existe totalmente, mas algumas plataformas possuem elementos semelhantes. Atualmente, são os videogames e jogos que oferecem a experiência mais próxima do conceito de metaverso. Os desenvolvedores expandiram os limites de jogos por meio de eventos e com a criação de complexas economias virtuais.

Embora não seja um pré-requisito, as criptomoedas são uma ótima opção para metaversos. Elas permitem a criação de uma economia digital com diferentes tipos de tokens de utilidade (utility tokens) e colecionáveis virtuais (NFTs). O metaverso também se beneficia do uso de carteiras de criptomoedas, como a Trust Wallet e a MetaMask. Além disso, a tecnologia blockchain pode fornecer sistemas de governança transparentes e confiáveis.

Já existem aplicativos blockchain semelhantes aos do metaverso, que oferecem uma boa fonte de renda às pessoas. O Axie Infinity é um jogo do tipo play-to-earn (onde você joga para ganhar dinheiro). Muitos usuários usam o jogo como fonte de renda primária. SecondLive e Decentraland são outros exemplos bem-sucedidos da combinação do mundo blockchain com aplicativos de realidade virtual.

Quando olhamos para o futuro, notamos gigantes da tecnologia tentando liderar o caminho. No entanto, os aspectos descentralizados do setor blockchain permitem que representantes e empresas menores também participem do desenvolvimento do metaverso.


Introdução

As conexões entre os mundos financeiro, virtual e físico estão cada vez mais interligadas. Os dispositivos que usamos para gerenciar nossas vidas nos oferecem acesso a quase tudo que queremos com muita praticidade. O mesmo vale para o ecossistema cripto. NFTs, jogos de blockchain e pagamentos cripto não estão disponíveis apenas para os usuários mais engajados do mundo cripto. Agora, eles estão disponíveis como parte de um metaverso em desenvolvimento.


Qual é a definição de metaverso?

Metaverso é um conceito de espaço virtual 3D online que conecta usuários em todos os aspectos de suas vidas. A ideia é conectar várias plataformas, como ocorre com a Internet, contendo diferentes sites acessíveis por meio de um único navegador. 

O conceito foi desenvolvido no romance de ficção científica Snow Crash, de Neal Stephenson. No entanto, embora a ideia de um metaverso já tenha sido ficção, agora é uma possível realidade no futuro.

O metaverso será conduzido por realidade aumentada e cada usuário irá controlar um personagem ou avatar. Por exemplo, você pode fazer uma reunião de realidade mista com um Oculus VR em seu escritório virtual, terminar seu trabalho e relaxar em um jogo de blockchain. Em seguida, você pode gerenciar seu portfólio cripto e suas finanças, tudo dentro do metaverso.
Já existem alguns aspectos do metaverso em mundos virtuais de videogames. Jogos como Second Life e Fortnite ou ferramentas de socialização profissional como o Gather.town, reúnem vários elementos de nossas vidas em mundos online. Embora esses aplicativos não sejam o metaverso, eles apresentam semelhanças. O metaverso ainda não existe, de fato. 

Além do suporte para jogos ou redes sociais, o metaverso combinará economias, identidade digital, governança descentralizada e outras funcionalidades. Atualmente, o processo de criação e recursos de propriedade de itens e moedas valiosos, ajudam a desenvolver um metaverso único e unificado. Todos esses recursos fornecem à blockchain o potencial para alimentar esta tecnologia no futuro.


Qual é a ligação dos jogos de videogames com o metaverso?

Graças à ênfase em realidade virtual 3D, os jogos de videogame oferecem, atualmente, a experiência mais próxima do metaverso. No entanto, isso não é somente por serem 3D. Atualmente, os videogames oferecem serviços e recursos relacionados a diversos outros aspectos de nossas vidas. O jogo Roblox, por exemplo, hospeda eventos virtuais como shows e encontros. Os jogadores vão além de, simplesmente, jogar os jogos; eles também os usam para outras atividades, como parte de suas vidas no "ciberespaço". Por exemplo, no jogo multiplayer Fortnite, 12,3 milhões de jogadores participaram da tour virtual de música no jogo, de Travis Scott.


Como o setor cripto se encaixa no metaverso?

Os jogos fornecem o aspecto 3D do metaverso, mas não cobrem tudo o que é necessário, em um mundo virtual, para abranger todos os aspectos da vida. O setor de criptomoedas pode oferecer outras partes essenciais, como prova digital de propriedade, recursos de transferência de valores, governança e acessibilidade. Mas o que isso significa, exatamente?

Se, no futuro, trabalharmos, socializarmos e até mesmo comprarmos itens virtuais no metaverso, precisaremos de uma maneira segura para comprovação de propriedade. Também precisamos nos sentir seguros ao transferir itens, bens e dinheiro pelo metaverso. Por fim, também queremos desempenhar um papel nas tomadas de decisões que ocorrem no metaverso, já que este será supostamente uma parte tão relevante de nossas vidas.

Alguns jogos já contêm algumas soluções básicas em relação a esses recursos, mas muitos desenvolvedores usam criptomoedas e blockchain como uma opção melhor. A tecnologia blockchain fornece uma maneira descentralizada e transparente de lidar com os tópicos. O desenvolvimento de jogos é uma atividade mais centralizada.

Os desenvolvedores de blockchain também influenciam o mundo dos jogos e videogames. A gamificação é comum nos setores de Finanças Descentralizadas (DeFi) e GameFi. Aparentemente, haverá semelhanças suficientes no futuro para que os dois mundos se tornem ainda mais integrados. Os principais aspectos da tecnologia blockchain, que são adequados ao metaverso são:

1. Comprovação digital de propriedade: Ao possuir uma carteira com acesso às suas chaves privadas, você pode provar, instantaneamente, a propriedade de atividades ou de ativos na blockchain. Por exemplo, você pode mostrar uma transcrição exata de suas transações na blockchain durante o trabalho, como comprovação/prestação de contas. A carteira cripto é um dos métodos mais seguros e robustos para estabelecer uma identidade digital e comprovar propriedade.
2. Itens colecionáveis digitais: Assim como podemos estabelecer a posse de um bem, também é possível comprovar que um item é original e único. Isso é importante para um metaverso com a proposta de incorporar mais atividades da vida real. Através dos NFTs, podemos criar objetos 100% únicos, que nunca poderão ser copiados ou forjados. Uma blockchain também pode representar a propriedade de itens físicos.
3. Transferência de valores: O metaverso precisará de uma maneira de transferir valores com segurança, na qual os usuários confiem. Moedas usadas em jogos multiplayer (multijogador) são menos seguras do que criptomoedas em uma blockchain. Usuários que investirem muito tempo e até mesmo ganharem dinheiro no metaverso, precisarão de uma moeda confiável.
4. Governança: A capacidade de administrar as regras de sua interação com o metaverso também deve ser um fator importante para os usuários. Na vida real, temos direitos de voto em empresas e em eleições de líderes e governos. O metaverso precisará implementar a governança de maneira justa. A tecnologia blockchain é comprovadamente capaz de fazer isso.
5. Acessibilidade: A criação de uma carteira está aberta a qualquer pessoa em blockchains públicas. Ao contrário de uma conta bancária, você não precisa pagar nenhuma taxa ou fornecer detalhes pessoais. Por isso, é uma das maneiras mais acessíveis para gerenciar finanças e uma identidade digital online.
6. Interoperabilidade: A tecnologia Blockchain melhora continuamente a compatibilidade entre diferentes plataformas. Projetos como Polkadot (DOT) e Avalanche (AVAX) permitem a criação de blockchains personalizadas que podem interagir umas com as outras. Um único metaverso precisará conectar vários projetos e a tecnologia blockchain já oferece soluções para isso.


Como seria um emprego no metaverso?

Como mencionamos, o metaverso combinará todos os aspectos da vida em um só lugar. Enquanto muitas pessoas já trabalham em casa, no metaverso, você poderá entrar em um escritório 3D e interagir com os avatares de seus colegas. Seu trabalho também pode estar relacionado ao metaverso e fornecer a você uma renda diretamente utilizável no metaverso. Na verdade, esses tipos de empregos já existem, de uma maneira semelhante.

O GameFi e os modelos play-to-earn (jogue para ganhar) oferecem fontes de renda estáveis para jogadores do mundo todo. Esses empregos online são ótimos candidatos para a implementação do metaverso no futuro, pois mostram que as pessoas estão dispostas a gastar seu tempo vivendo e trabalhando em mundos virtuais. Jogos play-to-earn, como Axie Infinity e Gods Unchained, nem mesmo têm mundos ou avatares 3D. No entanto, esses jogos representam o princípio de algo que pode fazer parte do metaverso, como uma forma de ganhar dinheiro, inteiramente virtual.


Exemplos de metaverso

Embora ainda não tenhamos um único metaverso totalmente conectado, temos muitas plataformas e projetos com conceitos semelhantes ao de um metaverso. Normalmente, eles também incorporam NFTs e outros elementos de blockchain. Vamos ver três exemplos:

SecondLive

‌SecondLive é um ambiente virtual 3D onde os usuários controlam avatares para socialização, aprendizagem e negócios. O projeto também tem um mercado NFT para troca/swap de itens colecionáveis. Em setembro de 2020, o SecondLive hospedou o Harvest Festival da Binance Smart Chain, em seu primeiro aniversário. A exposição virtual apresentou diferentes projetos no ecossistema da BSC para exploração e interação dos usuários.


Axie Infinity

O Axie Infinity é um jogo play-to-earn que oferece aos jogadores de países emergentes a oportunidade de obter uma fonte renda consistente. Ao comprar ou receber três criaturas, conhecidas como Axies, o jogador pode obter (através de farming) os tokens Smooth Love Potion (SLP). Ao vendê-los no mercado aberto, é possível ganhar cerca de $200 a $1000 (USD), dependendo do tempo investido no jogo e do preço de mercado.

Embora o Axie Infinity não tenha opções de personagens 3D ou de avatares exclusivos, ele oferece uma oportunidade de trabalho semelhante ao do metaverso. Talvez você tenha ouvido falar dos filipinos que usam o jogo como alternativa ao emprego de tempo integral ou como um recurso de previdência.


Decentraland

Decentraland é um mundo digital online que combina elementos sociais com criptomoedas, NFTs e imóveis virtuais. Além disso, os jogadores têm um papel ativo na governança da plataforma. Como em outros jogos de blockchain, os NFTs são usados para representar itens colecionáveis. Eles também são usados para os terrenos LAND, de 16x16 metros, que os usuários podem comprar dentro do jogo, com a criptomoeda MANA. A combinação de todos esses elementos cria uma complexa economia cripto.


Qual é o futuro do metaverso?

O Facebook é uma das vozes mais altas para a criação de um metaverso unificado. O projeto de stablecoin do Facebook, Diem, é particularmente interessante para um metaverso com a economia movida por criptomoedas. Mark Zuckerberg mencionou explicitamente seus planos de usar um projeto do metaverso para apoiar o trabalho remoto e oferecer mais oportunidades a populações de países emergentes. A propriedade do Facebook sobre redes sociais, comunicação e plataformas cripto é um bom começo, sendo possível combinar todos esses mundos de forma unificada. Outras grandes empresas de tecnologia, como Microsoft, Apple e Google, também estão considerando o desenvolvimento de um metaverso.
Quando se trata de um metaverso movido pela tecnologia cripto, o próximo passo parece ser a integração entre os mercados NFT e os universos virtuais 3D. Os detentores (holders) de NFTs já podem negociar vários produtos em mercados como o OpenSea e o BakerySwap, mas ainda não existe uma plataforma 3D popular para essa finalidade. Em uma escala maior, desenvolvedores de blockchain podem desenvolver aplicativos populares do tipo metaverso. Eles têm potencial para atingir um número de usuários maior do que gigantes da tecnologia.


Considerações finais

Embora um único metaverso unificado esteja provavelmente distante, já vemos desenvolvimentos nessa direção. Parece ser mais um caso de uso de ficção científica para a tecnologia blockchain e as criptomoedas. Não é possível afirmar se algum dia teremos, de fato, um metaverso. Mas, enquanto isso, já podemos experimentar projetos desse tipo e continuar integrando a tecnologia blockchain em nossas vidas.