Como recuperar criptomoedas transferidas para a rede errada na Binance
Índice
Introdução
Enviei fundos para a rede errada. O que fazer?
Qual a diferença entre BEP-20 e ERC-20?
O que acontece quando eu envio um token BEP-20/ERC-20 para a blockchain errada?
Recuperando fundos de uma carteira compatível com as redes BSC e Ethereum
Recuperando fundos de uma carteira compatível somente com BSC ou Ethereum
Recuperando fundos de uma carteira de custódia ou corretora (exchange)
Considerações finais
Como recuperar criptomoedas transferidas para a rede errada na Binance
InícioArtigos
Como recuperar criptomoedas transferidas para a rede errada na Binance

Como recuperar criptomoedas transferidas para a rede errada na Binance

Iniciante
Published Mar 25, 2021Updated Aug 18, 2021
8m

TL;DR

Ao retirar ou depositar criptomoedas em sua conta Binance, preste muita atenção na rede selecionada. É fácil confundir a Binance Smart Chain (BEP-20) com a Ethereum (ERC-20) e acabar enviando seus tokens para a blockchain errada.
Caso a carteira de criptomoedas para a qual você efetuou o depósito tenha suporte para tokens BEP-20 e ERC-20, você poderá enviar suas criptomoedas de volta para Binance seguindo algumas etapas simples. 
Se sua carteira só aceita ERC-20 ou BEP-20, será necessário importar a chave privada da sua carteira para uma nova carteira que ofereça suporte a ambas as blockchains. 

O depósito na blockchain errada com a sua conta Binance, em outra corretora de criptomoedas ou carteira de custódia é um problema mais difícil de resolver. Nesse caso, entre em contato com a equipe de suporte da sua carteira para obter ajuda.


Introdução

Se você costuma efetuar saques da Binance, provavelmente notou que algumas moedas têm diferentes redes disponíveis para transferência. Às vezes, até mesmo HODLers mais experientes ficam confusos sobre a escolha da blockchain correta para suas transações. Qual você escolhe ao retirar suas criptomoedas para outra carteira? 

Basicamente, você deve escolher a mesma rede usada pela carteira de destino. Tecnicamente, depende de qual padrão de token você está usando, como ERC-20, BEP-20 ou BEP-2.

Se você enviou criptomoedas para a blockchain errada, é essencial saber para qual tipo de carteira você as enviou. Se você tem acesso à sua chave privada ou seed phrase, você tem uma carteira do tipo non-custodial (sem custódia). Caso não tenha acesso, sua carteira é custodial. Com esta informação, você pode tentar três possíveis soluções.


Enviei fundos para a rede errada. O que fazer?

Primeiro, não entre em pânico. Se você enviou tokens ERC-20 (como ETH) usando a Binance Smart Chain (BSC) ou enviou tokens BEP-20 pela rede Ethereum, é possível que você os recupere. Existem três situações diferentes, cada uma com sua própria solução:

1. Você enviou tokens para uma carteira compatível com a BSC e a Ethereum. 

Você pode enviar os tokens de volta para a rede correta na Binance.

2. Você enviou tokens para uma carteira compatível somente com uma das redes, BSC ou Ethereum.

Você precisará acessar sua chave privada para importar para uma carteira que ofereça suporte a ambas as redes.

3. Você enviou tokens para uma carteira de custódia ou corretora de criptomoedas (exchange).

Peça ajuda à equipe da carteira ou ao serviço de atendimento ao cliente da corretora. Neste caso, pode não ser possível recuperar seus fundos.

Antes de trabalhar em uma solução, vale a pena entender o que aconteceu para evitar que o mesmo problema se repita no futuro.


Qual a diferença entre BEP-20 e ERC-20?

ERC-20 e BEP-20 são padrões de tokens que descrevem regras específicas e diretrizes técnicas para os tokens. São esses padrões que ditam como as transações, depósitos e saques serão realizados. Tanto o ERC-20 quanto o BEP-20 definem um padrão em relação à interação de um token com diferentes carteiras, projetos e contratos inteligentes.

Os dois padrões apresentam muitas semelhanças em termos de funcionamento, mas o ERC-20 é exclusivo da Ethereum e o BEP-20 é exclusivo da Binance Smart Chain. Resumidamente, são padrões de tokens parecidos, mas cada um pertence a uma blockchain diferente.

Se suas criptomoedas estiverem na rede errada, pode ser impossível utilizá-las para a finalidade desejada. Por exemplo, não é possível utilizar Ether enviado à BSC em DApps da Ethereum e contratos inteligentes.


O que acontece quando eu envio um token BEP-20/ERC-20 para a blockchain errada?

Se você enviar um token ERC-20 para a BSC ou um token BEP-20 para a Ethereum, o token irá parar no mesmo endereço de carteira da rede selecionada. Seus endereços de carteira da BSC e da Ethereum são idênticos e podem ser acessados com a mesma chave privada. 

Por exemplo, o envio de ETH para a BSC resultará em um pegged token BEP-20 vinculado ao Ether, em seu endereço de carteira da BSC. Você pode usar o BscScan.com para verificar isso com seu ID da transação ou o Etherscan.io quando enviar tokens BEP-20 para a rede Ethereum.
Aqui está um exemplo (do BscScan) de alguém que sacou ETH ERC-20 e selecionou a rede de transferência BSC (BEP-20) em sua carteira da Binance. Esses tokens agora são exibidos como Binance-Peg Ethereum no mesmo endereço de carteira da BSC.

Felizmente, neste caso, suas criptomoedas não terão desaparecido. O que você deve fazer agora é enviá-las de volta para a blockchain correta. Confira a solução correspondente dentre as opções abaixo.


Recuperando fundos de uma carteira compatível com as redes BSC e Ethereum

Você não terá problemas para encontrar seus tokens em uma carteira que ofereça suporte a ambas as blockchains. Caso ainda não consiga ver sua criptomoeda, confira se há uma lista de tokens disponíveis para cada rede.

O aplicativo da MetaMask, por exemplo, tem um botão [Adicionar Token] que permite consultar todos os seus tokens disponíveis.

Caso não consiga visualizar o token na lista, você deverá inserir o contrato de token em sua carteira. Você pode consultar este processo na etapa 5 da seção Recuperando fundos de uma carteira compatível somente com BSC ou Ethereum.
Se deseja retornar seus tokens à blockchain original, existem duas opções: usar a Binance Bridge ou o método manual.

Binance Bridge

Binance Bridge é uma ferramenta simples para conversão de seus ativos entre diferentes blockchains. Você só precisa conectar a MetaMask ou a Binance Chain Wallet e escolher o token que deseja transferir. Não se esqueça de que você precisará de BNB para as taxas de Gas da BSC ou ETH para as taxas de Gas da Ethereum.
Consulte Introdução à Binance Bridge para saber mais sobre o processo.


Conversão manual 

A conversão manual dos tokens requer o envio de suas criptomoedas de volta para a Binance. A rede de depósito em sua carteira Spot da Binance deve corresponder à blockchain em que seus tokens estão atualmente. Assim que receber os tokens, você pode enviá-los de volta para a sua carteira externa.

Neste exemplo, vamos converter ETH Binance-Peg (BEP-20) de volta em ETH ERC-20. Certifique-se de que a carteira da qual está enviando os tokens, tenha BNB suficiente para as taxas de Gas.

1. Em sua página de saques de criptomoedas da Binance, selecione ETH e a rede de depósito BEP-20 (BSC). Se você efetuar o depósito para a rede errada, a Binance não poderá recuperar seus fundos.


2. Agora que seus tokens ETH estão de volta à sua conta Binance, você deve convertê-los em tokens ERC-20, efetuando o saque dos tokens para uma carteira compatível com a Ethereum. Selecione Ethereum (ETH) ERC20 como a rede de transferência.

Agora, seus fundos estão seguros e a caminho da blockchain correta em sua carteira externa.


Recuperando fundos de uma carteira compatível somente com BSC ou Ethereum

Para recuperar seus tokens nesta situação, você precisará importar a chave privada de sua carteira para uma nova carteira que ofereça suporte a ambas as blockchains. Dependendo da carteira de importação, você também poderá usar sua seed phrase ("frase-semente") em vez de sua chave privada.

Importando uma chave privada

Ao importar a chave privada de uma carteira para outra, você tem acesso aos fundos correspondentes a essa chave privada, mesmo que esteja usando uma carteira diferente. 

Em outras palavras, importar a chave privada de uma carteira não enviará os fundos para a nova carteira. Isso apenas tornará a carteira externa acessível a partir de um aplicativo diferente. Observe que as carteiras de custódia normalmente não têm essa opção, pois não fornecem uma chave privada.

As carteiras mais usadas para esse processo são: Metamask, Trust Wallet, Math Wallet, SafePal e TokenPocket.

Neste exemplo, usaremos a extensão MetaMask do Google Chrome para recuperar ETH enviado acidentalmente para a BSC.

Recuperando seus fundos

1. Acesse a sua carteira MetaMask ou crie uma nova, caso ainda não tenha. A carteira MetaMask também está disponível como aplicativo para iOS e Android.


2. Ao criar uma nova conta, você terá a opção de importar a seed phrase da sua carteira antiga. 


3. Se você já tem uma conta, basta clicar no ícone da extensão MetaMask, próximo do ícone de perfil da sua conta, no canto superior direito.


4. Clique em [Importar Conta] para importar a conta e insira a chave privada da sua carteira - que corresponde às criptomoedas perdidas. Clique em [Importar] para finalizar. Você também pode fazer o upload de um arquivo JSON, se tiver um.


5. Em seguida, você precisará adicionar manualmente a rede BSC à sua conta MetaMask. Clique no ícone da extensão MetaMask, seguido pelo menu suspenso de redes na parte superior central. Clique em [RPC Personalizada] na parte inferior da lista.


6. Você precisará adicionar detalhes para permitir que o MetaMask acesse a Binance Smart Chain. Esses detalhes incluem um URL de Remote Procedure Call (RPC) - em português, chamada de procedimento remoto. Este URL permite que a MetaMask consulte informações da blockchain BSC e faça solicitações de transações.

Preencha as informações em seus respectivos campos e clique em [Salvar] na parte inferior.

Nome da Rede: BSC Mainnet
Nova URL RPC: https://bsc-dataseed1.binance.org/
ID da Cadeia: 56
Símbolo: BNB
URL do Explorer de Blocos: https://bscscan.com/


7. Agora, adicione o contrato de token correto à sua carteira MetaMask. Esta etapa permite que a carteira compatível BEP-20 selecionada tente encontrar os tokens perdidos. Você pode encontrar uma lista de tokens e contratos de token em BscScan. Para ETH ERC-20 enviado à BSC, clique em Binance-Peg Ethereum Token (ETH) para encontrar seu contrato de token.


8. Copie o contrato de token para a próxima etapa e anote o campo Decimais.


9. Selecione [BSC Mainnet] na lista suspensa de redes, clique em [Adicionar Token] e então clique em [Token Personalizado].


10. Insira o Endereço de Contrato de Token, Símbolo do Token e Decimais de Precisão. Em nosso exemplo com ETH, os valores serão:

Endereço de Contrato de Token: 0x2170ed0880ac9a755fd29b2688956bd959f933f8
Símbolo do Token: ETH
Decimais de Precisão: 18
Clique em [Adicionar Tokens] para confirmar.


11. Agora deve ser possível ver seus tokens ETH perdidos no saldo da sua carteira. A partir daqui, você tem a opção de enviá-los de volta para o endereço de carteira BEP-20 da sua conta Binance. Se quiser, você também pode usar a Binance Bridge com o MetaMask para converter seus tokens para ERC-20.

Consulte a seção Recuperando fundos de uma carteira compatível com as redes BSC e Ethereum para obter mais informações sobre como fazer a conversão entre seus tokens.



Recuperando fundos de uma carteira de custódia ou corretora (exchange)

Se você tentar sacar seus fundos para uma carteira de custódia incompatível com o padrão BEP-20, como uma outra corretora de criptomoedas, você precisará entrar em contato com o titular da carteira.

Alguns provedores de carteira de custódia podem ajudar mediante o pagamento de uma taxa ou permitir que você acesse suas chaves privadas. Você pode então importar a chave privada para uma carteira compatível com a BSC. No entanto, a maioria, incluindo as corretoras, infelizmente não poderá fornecer sua chave.

Se você depositar tokens em sua conta da Binance usando a a blockchain errada, a Binance não poderá lhe ajudar a recuperar suas criptomoedas.


Considerações finais

Selecionar a rede de transferência correta é uma das partes mais complicadas ao solicitar saques de criptomoedas da Binance. No entanto, após aprender bem tudo isso, você não deverá ter mais problemas na seleção correta da rede ao enviar BTC ou ETH. Na maioria dos casos, com uma carteira padrão, seus fundos estarão SAFU (seguros) e poderão ser recuperados com um pouco de esforço.