Sharding

Intermedi√°rio
Sharding √© um m√©todo de divis√£o de blockchains (ou outros tipos de bancos de dados) em blockchains menores e particionadas, que gerenciam segmentos de dados espec√≠ficos. Essa configura√ß√£o elimina a necessidade de uma √ļnica blockchain lidar com todas as transa√ß√Ķes e intera√ß√Ķes em uma rede. Cada blockchain particionada √© conhecida como um shard (fragmento) e tem seu ledger espec√≠fico.
Esses shards s√£o capazes de processar suas pr√≥prias transa√ß√Ķes, mas uma beacon blockchain ou main chain (blockchain principal) gerencia as intera√ß√Ķes entre os shards. Isso faz com que o sharding seja uma atualiza√ß√£o de escalabilidade de rede Layer-1, pois √© uma mudan√ßa na rede principal (mainnet) de uma blockchain. A implementa√ß√£o de shards oferece muito mais escalabilidade do que continuar usando uma √ļnica rede. Os desenvolvedores da Ethereum est√£o usando o sharding no processo de atualiza√ß√£o da Ethereum para uma rede Proof of Stake com mais escalabilidade.
No exemplo da Ethereum, a Beacon Chain coordena 64 shards individuais. A blockchain Proof of Work original da Ethereum se fundiu à blockchain Proof of Stake, Beacon Chain, e a rede utilizará o método de sharding.
Alguns dos benef√≠cios de fragmentar uma rede (sharding) incluem a facilidade e a acessibilidade de executar um node. Como os dados da rede s√£o divididos em fragmentos (shards), n√£o h√° mais a necessidade de nodes validadores para armazenar todo o hist√≥rico de toda a blockchain. Em vez disso, o validador s√≥ precisa manter as confirma√ß√Ķes da integridade dos dados.
Redes que n√£o usam sharding geralmente recorrem ao uso de rollups para melhorar a escalabilidade. Essas redes agrupam as transa√ß√Ķes fora da blockchain (off-chain) para valida√ß√£o na blockchain principal. Portanto, embora o processo de sharding possa parecer um concorrente dos rollups, na verdade ele os torna mais eficientes. Rollups em uma rede fragmentada podem relatar seu estado com mais efici√™ncia e melhorar a sua velocidade.
A principal preocupação com o sharding é a possibilidade de agentes mal-intencionados assumirem o controle de um shard. Esse shard pode afetar negativamente outros participantes da rede. Sem os devidos cuidados e regras, a tarefa de assumir o controle de um shard é mais simples e viável do que assumir o controle de toda uma rede não fragmentada.