P√°gina Inicial
Gloss√°rio
Blockchain permissionless

Blockchain permissionless

Intermedi√°rio

Blockchains permissionless são redes abertas que permitem a participação no processo de consenso sem a necessidade de aprovação ou autorização.

As principais características de blockchains permissionless são (mas não se limitam a):

  • Transpar√™ncia das transa√ß√Ķes

  • Anonimato

  • Aus√™ncia de uma autoridade central

  • C√≥digo aberto (open-source)

Alguns exemplos de blockchains permissionless incluem Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH) e BNB Smart Chain (BNB). Qualquer usu√°rio com conex√£o √† Internet pode entrar na rede, enviar e receber transa√ß√Ķes, visualizar e contribuir com o c√≥digo, operar um node e participar do processo de consenso.
As blockchains permissioned, por outro lado, geralmente s√£o controladas por uma entidade centralizada. Tamb√©m conhecidas como blockchains privadas, essas redes t√™m restri√ß√Ķes em rela√ß√£o a quem pode verificar transa√ß√Ķes e interagir com as informa√ß√Ķes registradas em seus ledgers distribu√≠dos. Blockchains privadas s√£o normalmente usadas por empresas que querem utilizar a tecnologia blockchain, mas desejam garantir que informa√ß√Ķes espec√≠ficas permane√ßam privadas, por motivos regulat√≥rios ou competitivos.
Blockchains permissionless s√£o normalmente mais seguras, pois a possibilidade de conluio por parte de usu√°rios mal-intencionados dentro da rede √© reduzida. No entanto, blockchains permissionless podem ser relativamente lentas, pois enfrentam problemas de escalabilidade. Elas conseguem autenticar um n√ļmero limitado de transa√ß√Ķes em um determinado per√≠odo.
Resumidamente, as blockchains permissionless oferecem descentralização e são abertas a todos, enquanto os modelos permissioned são mais centralizados e restritivos. Consequentemente, a descentralização geralmente tem desvantagens em termos de velocidade e escalabilidade.