Ordinals

Intermedi√°rio
Lan√ßado em janeiro de 2023, o protocolo Ordinals permite que, atrav√©s de um processo conhecido como "inscription", os usu√°rios associem dados a satoshis ‚Äď as menores unidades de bitcoin ‚Äď e cada uma dessas associa√ß√Ķes (ou "inscri√ß√Ķes") √© identificada como um Ordinal. Os dados inscritos podem incluir contratos inteligentes, permitindo que os satoshis tenham funcionalidades semelhantes aos NFTs. O termo Ordinals geralmente se refere a esses ativos semelhantes a NFTs que podem ser emitidos diretamente na blockchain do Bitcoin.
Os Ordinals tamb√©m se referem a um esquema de numera√ß√£o do Bitcoin, que permite rastrear e transferir satoshis individuais. O n√ļmero de inscriptions usando Ordinals aumentou exponencialmente em fevereiro de 2023, logo ap√≥s o lan√ßamento do protocolo. Os usu√°rios inundaram a rede inscrevendo v√°rios conte√ļdos, como imagens, videogames e outros itens digitais. O processo de adi√ß√£o de dados a satoshis (inscription) tornou-se poss√≠vel ap√≥s a atualiza√ß√£o Taproot da rede Bitcoin, em novembro de 2021, juntamente com outras funcionalidades adicionadas anteriormente com a atualiza√ß√£o Segwit, em 2017.
Embora tenham muito em comum, os Ordinals n√£o s√£o exatamente iguais aos NFTs tradicionais, que geralmente s√£o emitidos em redes habilitadas para contratos inteligentes, como a Ethereum ou a BNB Chain. Tanto os Ordinals quanto os NFTs tradicionais s√£o executados na blockchain, mas os NFTs geralmente possuem metadados din√Ęmicos conectados a fontes off-chain ‚Äď o que, para alguns, √© uma contradi√ß√£o em rela√ß√£o √† caracter√≠stica de imutabilidade. Por outro lado, todos os dados dos Ordinals s√£o inscritos diretamente na blockchain (on-chain).