Como Usar a Polygon Bridge?
Tabela de Conteúdos
Introdução
O que é Polygon Bridge?
Como funciona a Polygon Bridge?
Como usar a PoS Bridge para integrar tokens da Ethereum à Polygon?
Como usar a PoS Bridge para integrar tokens da Polygon à Ethereum?
Como usar a Plasma Bridge para integrar tokens da Polygon à Ethereum? 
Considerações finais
Como Usar a Polygon Bridge?
Página InicialArtigos
Como Usar a Polygon Bridge?

Como Usar a Polygon Bridge?

Intermediário
Publicado em Jan 24, 2022Atualizado em Oct 4, 2022
8m

TL;DR

A Polygon Bridge permite a rápida transferência de tokens ERC e NFTs para a sidechain da Polygon. Existem duas pontes (bridges) na Polygon, a Proof of Stake (PoS) Bridge e a Plasma Bridge. Ambas podem conectar ativos da Ethereum à Polygon (e vice-versa), mas adotam diferentes métodos de segurança.

A PoS Bridge usa o algoritmo de consenso Proof of Stake (PoS) para garantir o funcionamento e a segurança da rede. Ela tem suporte para a transferência de Ether (ETH) e a maioria dos tokens ERC. É a opção recomendada para a maioria dos usuários.

A Plasma Bridge é indicada para desenvolvedores que precisam de mais segurança. Ela usa a solução de escalabilidade da Ethereum Plasma e oferece suporte para a transferência de tokens ERC-20, ERC-721, MATIC e ETH.


Introdução

Com o aumento do número de blockchains no setor cripto, o compartilhamento de dados e tokens entre diferentes redes tem sido um desafio. Alguns projetos enfrentam esse problema construindo plataformas de "bridge" (em português, ponte), para facilitar a transferência de ativos entre as redes.

A Polygon Bridge foi desenvolvida para aumentar a interoperabilidade entre as blockchains Polygon e Ethereum. Com uma carteira de criptomoedas compatível, os usuários podem facilmente transferir tokens entre as duas blockchains.


O que é Polygon Bridge?

Polygon é uma estrutura usada para criar redes blockchain compatíveis com a Ethereum e soluções de escalabilidade. O objetivo é aprimorar o ecossistema da Ethereum, fornecendo ferramentas para construção de aplicativos descentralizados (DApps) com escalabilidade e para aumentar o rendimento das transações da Ethereum com taxas mais baixas. Algumas plataformas populares de Finanças Descentralizadas (DeFi) já foram implementadas na Polygon, como Aave, Curve e SushiSwap.

Para interagir com DApps e ferramentas na Polygon, é necessário transferir seus ativos para a rede Polygon. É aqui que entra a Polygon Bridge. A Polygon Bridge é um canal trustless de transações cross-chain entre a Polygon e a Ethereum. Ela permite a transferência de tokens ERC e tokens não fungíveis (NFTs) para a sidechain da Polygon. Tudo através de contratos inteligentes (smart contracts).


Como funciona a Polygon Bridge?

A Polygon Bridge usa uma arquitetura de dual-consensus (consenso duplo) para otimizar a descentralização e a velocidade da rede. Ela também oferece suporte para transições de estado arbitrárias em sidechains, que são compatíveis com a Ethereum Virtual Machine (EVM). As transferências de tokens entre blockchains são realizadas instantaneamente, sem riscos associados a terceiros ou limitações de liquidez do mercado.

Ao fazer a integração de tokens pela Polygon Bridge, não haverá alterações no fornecimento em circulação do token. Os tokens retirados da rede Ethereum são bloqueados e a mesma quantidade é emitida na Polygon. Os tokens das duas redes são atrelados em uma proporção de 1:1. Quando os tokens são enviados de volta à Ethereum, os tokens atrelados na Polygon são queimados e os da Ethereum são desbloqueados.

Para a transferência de ativos, existem dois tipos de "ponte" na Polygon. A Proof of Stake (PoS) Bridge e a Plasma Bridge. Como o nome sugere, a PoS Bridge adota o algoritmo de consenso Proof of Stake (PoS) para garantir o funcionamento e a segurança da rede. Os depósitos na PoS Bridge são concluídos quase instantaneamente. No entanto, a confirmação dos saques pode demorar um pouco. A PoS Bridge tem suporte para a transferência de Ether (ETH) e para a maioria dos tokens ERC.
Por outro lado, a Plasma Bridge tem suporte para a transferência de tokens MATIC (nativo da Polygon) e para alguns tokens da Ethereum (ETH, ERC-20 e ERC-721). Ela usa a solução de escalabilidade Ethereum Plasma para oferecer mais segurança. Por favor, consulte a documentação oficial para mais informações técnicas.


Como usar a PoS Bridge para integrar tokens da Ethereum à Polygon?

Para integrar tokens da Ethereum à Polygon, você precisa de uma carteira de criptomoedas, como a MetaMask. Caso ainda não tenha uma carteira MetaMask, siga as etapas neste tutorial para criar uma. Você também precisará baixar e instalar a extensão de navegador da MetaMask.
1. Faça login na Carteira Web da Polygon clicando em [Polygon Bridge].


2. Em seguida, é necessário conectar a sua carteira de criptomoedas. Neste exemplo, usaremos a MetaMask.


3. Você receberá uma solicitação para assinar a mensagem e conectar sua carteira MetaMask à sua carteira da Polygon. Nenhuma taxa é cobrada nesta etapa de assinatura. Verifique o URL para certificar-se de que você está no site correto e clique em [Assinar] para prosseguir.


4. Você será redirecionado para a interface da Polygon Bridge. Caso isso não aconteça, clique em [Bridge] no menu à esquerda.


5. Acesse a aba [Depósito] para enviar seus tokens da mainnet (rede principal) da Ethereum para a Polygon. Clique no nome do token desejado. Neste exemplo, usaremos o Ether (ETH). Insira a quantia e clique em [Transferir].


6. Leia as observações importantes e clique em [Continuar] quando estiver pronto.


7. Você também verá a taxa de Gas estimada para esta transação. Se estiver de acordo com as taxas de Gas, clique em [Continuar].


8. Confira os detalhes da sua transação, incluindo a quantia de tokens e a taxa de transação estimada. Em seguida, clique em [Continuar].

Note que a PoS Bridge é protegida por validadores. Se decidir transferir fundos de volta para a rede da Ethereum, o processo pode demorar até 3 horas.


9. Você receberá uma solicitação para assinar e aprovar a transferência na sua carteira MetaMask. Confira se os detalhes estão corretos e clique em [Confirmar].


10. Após confirmar, aguarde o envio dos tokens para a sua carteira da Polygon. Clique em [Ver no Etherscan] para consultar o status da transação.


Como usar a PoS Bridge para integrar tokens da Polygon à Ethereum?

Também é possível usar a Polygon Bridge para transferir tokens da Polygon para a Ethereum. Novamente, você precisará de uma carteira de criptomoedas compatível, como a MetaMask.

Como mencionado, existem dois tipos de "ponte" na Polygon: a Plasma Bridge e a PoS Bridge. O tempo de saque varia dependendo da Polygon Bridge utilizada. O saque da PoS Bridge geralmente leva de 45 minutos a 3 horas. Na Plasma Bridge, o processo pode demorar até 7 dias.

Vamos ver como transferir da Polygon para a Ethereum usando a PoS Bridge. 

1. Na interface [Bridge], clique em [Saque]. Selecione os tokens que deseja transferir para a rede Ethereum.


2. Ao lado de [Modo de Transferência], você provavelmente verá o botão [SWITCH BRIDGE]. A plataforma seleciona automaticamente a Bridge compatível para a transferência, de acordo com o token escolhido.

Para a transferência de tokens da Polygon para a Ethereum, recomenda-se a PoS Bridge. Ela tem suporte para transferência de Ether (ETH) e outros tokens da Ethereum, incluindo os padrões ERC-20, ERC-721, ERC-1155, entre outros.


3. Após selecionar o token, insira o valor que deseja enviar e clique em [Transferir].


4. Leia as observações importantes e clique em [Continuar] quando estiver pronto.


5. Será exibida uma janela [Visão Geral da Transferência] com a taxa de Gas estimada para esta transação. Se estiver de acordo com as taxas de Gas, clique em [Continuar].


6. Confira os detalhes da transação, incluindo a quantia de tokens, a Bridge utilizada e a taxa de Gas estimada. Em seguida, clique em [Continuar].


7. Você deve assinar e aprovar a transferência na sua carteira MetaMask. Confira se os detalhes estão corretos e clique em [Confirmar].

 Após confirmar, aguarde o envio dos tokens para a sua carteira Polygon. Clique em [Ver no Etherscan] para consultar o status da transação.

8. Em seguida, você verá o progresso da transferência. Sua solicitação de saque será iniciada e os validadores de PoS da rede verificarão a sua transação. O processo pode demorar até 3 horas para ser concluído, mas você não precisa fazer mais nada.


9. Assim que a transação for validada, você precisa resgatar os tokens e enviá-los à sua carteira MetaMask. Clique em [Continuar] e você verá os ativos assim que o saque for concluído.


Como usar a Plasma Bridge para integrar tokens da Polygon à Ethereum? 

Se você quer transferir MATIC ou outros tokens Polygon para a Ethereum, é possível fazê-lo através da Plasma Bridge. Note que a Plasma Bridge tem suporte apenas para a transferência de tokens ERC-20 e ERC-721, incluindo ETH e MATIC.

Neste exemplo, vamos transferir tokens MATIC da Polygon para a Ethereum usando a MetaMask. Por padrão, a carteira MetaMask é conectada apenas à rede principal da Ethereum (Ethereum mainnet). Antes de visualizar seus tokens MATIC e iniciar o processo, você precisa adicionar a rede Polygon à sua carteira.


Etapa 1: Adicionar a Polygon à MetaMask

Existem dois métodos para adicionar a rede Polygon à sua carteira MetaMask. O método padrão é adicionando-a manualmente (consulte Como Adicionar a Polygon à MetaMask). No entanto, também é possível usar a interface da Polygon Wallet para adicionar rapidamente a Polygon à lista de redes da sua MetaMask.

1. Para fazer isso, clique no botão [Switch to Polygon], localizado na parte superior. Certifique-se de já ter conectado a sua carteira MetaMask.


2. Uma nova janela será exibida na extensão da MetaMask, contendo os detalhes da rede Polygon. Clique em [Aprovar].


3. Pronto. A rede Polygon foi adicionada à sua MetaMask. Agora, você precisa mudar sua MetaMask da Ethereum Mainnet para a rede da Polygon. Para isso, clique em [Alterar a rede].


4. Agora o token MATIC estará visível na sua carteira MetaMask.


Etapa 2: Adicionar o token MATIC à Ethereum usando a MetaMask

1. Acesse a interface [Bridge] e clique em [Saque]. Selecione o [Matic Token] na lista de tokens, insira a quantia e clique em [Transferir].

O sistema selecionará automaticamente a [Plasma Bridge] como modo de transferência.


2. Leia as observações importantes e clique em [Continuar] quando estiver pronto.


3. Você também verá a taxa de Gas estimada para esta transação. Se estiver de acordo com as taxas de Gas, clique em [Continuar]. 


4. Confira os detalhes da transação e clique em [Continuar].


5. Uma nova janela da MetaMask será exibida para que você confirme a transação. Clique em [Confirmar] e você verá a transferência em andamento.

Em uma transferência da Plasma Bridge, é necessário confirmar três transações manualmente. Primeiro, o saque deve ser iniciado a partir da carteira Polygon, o que pode demorar até 3 horas.


6. Quando o processo chega ao checkpoint (ponto de verificação), significa que a sua transação foi validada na blockchain da Ethereum. Você precisa confirmar uma segunda transação para iniciar o chamado "challenge period" (período de desafio). Esta é uma medida para oferecer mais segurança às operações de saques.


7. Após o challenge period, basta clicar em [Continuar] para enviar os tokens MATIC à sua carteira MetaMask.



Considerações finais

A interoperabilidade da Polygon Bridge permite que os usuários transfiram seus ativos entre as blockchains da Ethereum e da Polygon. A Polygon Bridge oferece uma alternativa para que os usuários experimentem diferentes plataformas DeFi e DApps disponíveis na rede Polygon.