O que é The Graph (GRT)?
P√°gina Inicial
Artigos
O que é The Graph (GRT)?

O que é The Graph (GRT)?

Iniciante
Publicado em Nov 20, 2023Atualizado em Dec 11, 2023
5m


TL;DR

  • The Graph, um protocolo pioneiro na era Web3, melhora a acessibilidade e a organiza√ß√£o de dados de blockchains. √Č como um Google para blockchains.

  • O token nativo do The Graph, GRT, alimenta o ecossistema, incentiva a gest√£o de dados e promove a participa√ß√£o na rede.

  • O The Graph promove um ecossistema voltado para a comunidade, incentivando a inova√ß√£o e moldando o futuro das tecnologias descentralizadas.

Em meio a um cen√°rio tecnol√≥gico em r√°pida evolu√ß√£o, onde a descentraliza√ß√£o est√° remodelando ind√ļstrias, surge um protocolo pioneiro para revolucionar a era da Web3 por meio de suas incompar√°veis capacidades de gest√£o de dados. Prepare-se para se aprofundar no funcionamento do The Graph, um poderoso protocolo Web3 que serve como um catalisador para a inova√ß√£o, permitindo acesso aberto a dados globais de blockchains.

Este artigo tem como objetivo apresentar o The Graph para iniciantes interessados na tecnologia blockchain. Vamos analisar seus principais componentes, as fun√ß√Ķes dentro de seu ecossistema e como seu token de utilidade, GRT, contribui para o funcionamento e a seguran√ßa da rede.

O que é The Graph?

Em termos mais simples, The Graph √© um protocolo que permite que desenvolvedores, aplicativos descentralizados (DApps) e usu√°rios acessem, organizem e consultem dados de blockchains de forma eficiente e segura. √Č como um mecanismo de busca para blockchains que permite que desenvolvedores consultem dados de forma r√°pida e organizada.

Alguém pode se perguntar por que tal ferramenta é necessária. A resposta está no estado atual dos dados de blockchain. Embora as blockchains armazenem dados de maneira segura e transparente, acessar e recuperar esses dados é uma tarefa complicada em termos computacionais. O The Graph aborda esse problema com sua arquitetura descentralizada e recursos de indexação de dados, transformando nossa interação com a web descentralizada e moldando uma nova era de acessibilidade e confiabilidade de dados.

Como funciona o The Graph?

Para compreender o ecossistema do The Graph, √© essencial compreender a sua estrutura √ļnica e o seu funcionamento. O The Graph compreende uma s√©rie de recursos b√°sicos que juntos promovem uma infraestrutura de dados robusta e descentralizada para a Web3.

Subgraphs: o coração do The Graph

O The Graph é alimentado por APIs de código aberto (Open APIs) chamadas de subgraphs (ou subgráficos). Imagine um subgraph como um mapa que organiza dados de diferentes redes blockchain. Os subgraphs permitem que os desenvolvedores definam e implantem APIs, permitindo que qualquer pessoa consulte dados específicos de forma rápida e confiável.

Considere uma biblioteca com milhares de livros espalhados aleatoriamente ‚Äď encontrar um livro espec√≠fico seria um pesadelo. Agora imagine se esses livros fossem meticulosamente organizados por g√™nero, autor e t√≠tulo. Este cen√°rio √© justamente a proposta de valor dos subgraphs; eles introduzem uma mudan√ßa de paradigma no acesso aos dados da blockchain, tornando-a mais organizada, eficiente e confi√°vel. Em breve, o The Graph suportar√° ainda mais servi√ßos de dados, al√©m dos subgraphs!

Operadores de node: indexadores

O The Graph garante a disponibilidade e confiabilidade dos dados através de uma rede descentralizada de participantes conhecidos como indexadores. Os indexadores desempenham um papel fundamental no atendimento de consultas (ou queries) de subgraphs para desenvolvedores e DApps.

O papel de um indexador √© semelhante ao de um bibliotec√°rio. Eles facilitam a recupera√ß√£o de informa√ß√Ķes, garantindo que os dados sejam adequadamente indexados e facilmente acess√≠veis. Para incentivar os indexadores pela sua contribui√ß√£o, eles recebem recompensas de indexa√ß√£o e ganham taxas de queries por seus servi√ßos, criando um ecossistema saud√°vel que garante a disponibilidade dos dados.

GRT: o token de utilidade do The Graph

No ecossistema do The Graph, o GRT, o token de utilidade nativo, desempenha um papel fundamental na manutenção e segurança da rede. O GRT é usado dentro da rede para incentivar os participantes do protocolo, enquanto os usuários usam o token para pagar por consultas (queries). 

Por exemplo, indexadores e delegadores usam GRT na rede. Os delegadores são participantes vitais no ecossistema do The Graph. Eles contribuem delegando seus GRT aos indexadores, permitindo que eles atendam a mais queries em mais subgraphs. Além disso, o mecanismo de delegação permite que quem não possui conhecimentos técnicos participe da rede e ganhe recompensas.

O que torna o The Graph √ļnico?

O The Graph tem v√°rios recursos que o tornam um protocolo √ļnico no amplo cen√°rio da Web3, convergindo o potencial da blockchain com a acessibilidade de dados.

Um ecossistema impulsionado pela comunidade

O The Graph √© mais do que um protocolo; √© um ecossistema impulsionado pela comunidade. Atrav√©s da governan√ßa descentralizada, os membros da comunidade discutem o futuro do protocolo. Eles prop√Ķem, votam e implementam melhorias, garantindo que o The Graph evolua de acordo com as necessidades de seus usu√°rios.

Construção de um futuro descentralizado

Os contribuidores do protocolo The Graph estão construindo um futuro descentralizado. Neste novo mundo, os dados não são apenas acessíveis e confiáveis; eles também são um poderoso impulsionador da inovação. A cada consulta (query) atendida, o The Graph impulsiona o crescimento das experiências de DApps e da Web3, abrindo caminho para um mercado de dados mais transparente e eficiente.

O The Graph re√ļne um protocolo robusto, uma comunidade ativa e fun√ß√Ķes de contribuidor exclusivas em um ecossistema pr√≥spero. O protocolo demonstra o que √© poss√≠vel na Web3, ao mesmo tempo que capacita os vision√°rios e desenvolvedores de tecnologias descentralizadas.

O protocolo The Graph não trata apenas de uma melhor organização e acessibilidade dos dados; ele também capacita os indivíduos, envolvendo-os em um ecossistema descentralizado. O The Graph é uma evidência do poder do envolvimento da comunidade e do potencial ilimitado da tecnologia blockchain e nos leva em direção a um futuro mais aberto, acessível e inovador.

Como você pode participar do The Graph?

Fazer parte desta jornada nunca foi tão fácil. Quer você seja um desenvolvedor, um aspirante a indexador ou um entusiasta da Web3 com pouco conhecimento técnico, existem vários caminhos para se envolver e participar da comunidade The Graph.

Comece explorando as diversas fun√ß√Ķes de rede no The Graph e determine se voc√™ est√° interessado em se tornar um delegador, desenvolvedor de subgraphs ou indexador. Voc√™ tamb√©m pode se conectar com pessoas que pensam como voc√™ em todo o mundo, ingressando nos canais oficiais do The Graph. Encontre os links no canto inferior da p√°gina inicial.

Compartilhar publica√ß√Ķes
Registre uma conta
Coloque seus conhecimentos em pr√°tica. Abra uma conta na Binance hoje mesmo.