Um Guia de Cripto Colecionáveis e Tokens Não Fungíveis (NFTs)
Índice
Introdução
O que é um token não fungível (NFT)?
Como funcionam os NFTs?
Para que podem ser usados os NFTs?
Como criar NFTs?
Como comprar NFTs?
A história das CryptoKitties e a Ethereum 
Projetos populares usando NFTs e cripto-colecionáveis
Considerações finais
Um Guia de Cripto Colecionáveis e Tokens Não Fungíveis (NFTs)
InícioArtigos
Um Guia de Cripto Colecionáveis e Tokens Não Fungíveis (NFTs)

Um Guia de Cripto Colecionáveis e Tokens Não Fungíveis (NFTs)

Intermediário
Published Feb 26, 2020Updated Oct 20, 2021
10m

Introdução

A criação do Bitcoin introduziu o conceito de trustless, escassez digital. Antes disso, o custo de uma cópia digital de qualquer item era praticamente zero. Com o advento da tecnologia blockchain, a escassez digital programável tornou-se possível – permitindo-nos mapear o mundo digital para o mundo real.
Os tokens não fungíveis (NFTs), também conhecidos como cripto colecionáveis, expandem essa ideia. Diferentemente do caso das criptomoedas, onde todos os tokens são criados igualmente, os tokens não fungíveis são únicos e cada um tem uma quantidade limitada. 
Os NFTs são um componente fundamental para o desenvolvimento da nova economia digital baseada na tecnologia blockchain. Muitos projetos experimentaram NFTs em vários casos de uso, incluindo jogos, identidade digital, licenciamento, certificados e obras de arte. Além disso, os NFTs possibilitam até mesmo a propriedade fracionada de itens de alto valor. 
A emissão de NFTs tornou-se muito mais fácil e as quantidades emitidas crescem a cada dia.  Este artigo irá abordar o que são NFTs, para que podem ser usados e como um jogo chamado CryptoKitties congestionou a blockchain do Ethereum no final de 2017.


O que é um token não fungível (NFT)?

Um token não fungível (NFT) é um tipo de token criptográfico em uma blockchain, que representa um ativo exclusivo. Podem ser ativos totalmente digitais ou versões tokenizadas de ativos do mundo real. Como os NFTs não são intercambiáveis entre si, eles podem funcionar como prova de autenticidade e de propriedade no âmbito digital.
Fungibilidade significa que as unidades individuais de um ativo são intercambiáveis e essencialmente indistinguíveis uma da outra. Por exemplo, moedas fiduciárias são fungíveis, porque cada unidade é intercambiável com qualquer outra unidade individual equivalente. Uma nota de dez dólares é intercambiável com qualquer outra nota de dez dólares genuína. Essa é uma propriedade fundamental para um ativo que será usado como um meio de troca. 

A fungibilidade é uma propriedade desejável para a moeda, pois permite a troca livre e, teoricamente, não há uma forma de saber a história de cada unidade individual. No entanto, essa não é uma característica benéfica para itens colecionáveis. 

E se, em vez disso, pudéssemos criar ativos digitais semelhantes ao Bitcoin, mas adicionar um identificador exclusivo para cada unidade? Isso tornaria cada unidade diferente de todas as outras (ou seja, não fungíveis). Basicamente, essa é a definição de um NFT.


Como funcionam os NFTs?

Existem várias estruturas e sistemas para a criação e emissão de NFTs. O mais importante deles é o ERC-721, um padrão para emissão e negociação de ativos não fungíveis na blockchain da Ethereum.
Um padrão aprimorado, mais recente, é o ERC-1155. Ele permite que um único contrato tenha tokens fungíveis e não fungíveis, abrindo uma nova gama de possibilidades. A padronização da emissão de NFTs permite um maior grau de interoperabilidade, o que é algo benéfico para os usuários. Basicamente, isso significa que ativos exclusivos podem ser transferidos entre deferentes aplicativos e plataformas com relativa facilidade. 

A Binance Smart Chain (BSC) tem seus próprios padrões NFT: BEP-721 e BEP-1155. Os dois oferecem funcionalidades semelhante aos padrões da Ethereum mencionados anteriormente. Ambos se tornaram boa opções para criadores que desejam emitir NFTs, pois o custo é substancialmente menor do que na Ethereum. 

Se você quer armazenar e apreciar a beleza de seus NFTs, pode fazer isso usando a Trust Wallet. Assim como outros tokens de blockchain, seus NFTs existirão em um determinado endereço. Vale ressaltar que NFTs não podem ser replicados ou transferidos sem a permissão do proprietário – nem mesmo pelo emissor do NFT.
Os NFTs podem ser negociados em mercados abertos, incluindo Treasureland, BakerySwap e Juggerworld na BSC e OpenSea na Ethereum. Esses mercados conectam compradores e vendedores e o valor de cada token é único. Naturalmente, os NFTs são propensos a mudanças de preço, em resposta à oferta e demanda do mercado. 
Mas como essas coisas podem ter valor? Assim como qualquer outro item valioso, o valor não é inerente ao objeto em si, mas atribuído por pessoas que o consideram valioso. Essencialmente, valor é uma crença compartilhada. Realmente não importa se é dinheiro fiduciário, um veículo ou metais preciosos – essas coisas têm valor porque as pessoas acreditam que sim. É assim que todo item valioso se torna valioso; então, por que seria diferente com colecionáveis digitais?


Para que podem ser usados os NFTs?

Os NFTs podem ser usados por aplicativos descentralizados (DApps) para emitir itens digitais exclusivos e cripto colecionáveis. Os tokens podem ser itens colecionáveis, um produto de investimento ou qualquer outra coisa. 

A existência de sistemas econômicos em jogos não é uma novidade. E como muitos jogos online já tiveram suas próprias economias, o uso da blockchain para tokenizar ativos de jogos está apenas dando um passo adiante. Na verdade, o uso de NFTs poderia potencialmente resolver ou mitigar o problema de inflação, que é muito comum em diversos jogos.

Enquanto os mundos virtuais já estão prosperando, outro uso interessante dos NFTs é a tokenização de ativos do mundo real. Esses NFTs podem representar frações de ativos do mundo real que podem ser armazenadas e negociadas como tokens em uma blockchain. Possivelmente, isso proporcionará uma liquidez, muito necessária em muitos mercados que, de outra forma, não teriam. Alguns exemplos são obras de arte, imóveis, itens colecionáveis raros, entre outros.
O setor de Identidade Digital também pode se beneficiar das propriedades dos NFTs. Armazenar dados de identificação e de propriedade na blockchain, aumentaria a privacidade e a integridade dos dados para usuários em todo o mundo. Além disso, as transferências trustless e fáceis desses ativos podem ajudar a melhorar a economia global.


Como criar NFTs?

A criação dos seus próprios NFTs na BSC ou Ethereum é um processo simples, oferecido por várias exchanges e plataformas de NFT. Tudo que você precisa para começar é um pouco de saldo em cripto para pagar a taxa de emissão e algo para transformar em NFT. Você também deve decidir se usará a Ethereum ou a Binance Smart Chain para emitir seu NFT.

A Ethereum tem sido tradicionalmente o lar dos NFTs e do seu desenvolvimento. Ela tem uma grande base de usuários e uma comunidade NFT bem estabelecida, mas as taxas de transação são muito caras. Compras, vendas e transações menores acarretam altos custos para os usuários. A BSC é uma blockchain mais nova, mas já presenciou um enorme crescimento em seus mercados de NFT. Além disso, as transações são bem mais baratas.

Em nosso guia Como Criar Seus Próprios NFTs, você aprende como é o processo de transformar suas criações em tokens não fungíveis.


Como comprar NFTs?

Conforme mencionamos, se quiser comprar tokens não fungíveis, você deve pesquisar nos mercados de NFT (também conhecidos como marketplaces). Mas não é só isso. Você não pode simplesmente comprar NFTs com um cartão de crédito ou PayPal. É essencial que você tenha uma carteira de cripto e algum saldo de criptomoedas.

Para os NFTs da Binance Smart Chain, os preços quase sempre estarão em BNB. Os NFTs da Ethereum geralmente usam o Ether (ETH). Ambas as criptomoedas estão disponíveis para compra na exchange Binance. Depois de comprar a criptomoeda escolhida, mova os fundos para uma carteira que é capaz de interagir com os marketplaces de NFT.
A Binance Chain Wallet e a MetaMask são boas opções de carteiras no formato de extensão de navegador. Ambas podem se conectar a um marketplace de NFT. Você só precisa transferir suas criptomoedas da Binance para sua carteira, acessar o site do marketplace e conectar sua carteira (o botão de conexão geralmente está no canto superior direito). Tenha cuidado com sites falsos ou suspeitos. Sempre confira atentamente o URL e considere salvar a página correta nos favoritos, caso use-a com frequência.

Se você prefere a experiência em dispositivos móveis, confira a Trust Wallet. O aplicativo está disponível para iOS e Android e também oferece suporte para várias blockchains. Lembre-se, interagir com a Ethereum e a BSC não é de graça! É sempre uma boa ideia manter algum saldo extra de criptomoedas para pagar as taxas de transação.


A história das CryptoKitties e a Ethereum 

Um dos primeiros projetos NFT que ganhou visibilidade foi o CryptoKitties, um jogo construído na Ethereum que permite aos jogadores coletar, criar e trocar gatos virtuais.


Cada CryptoKitty pode ter uma combinação de diversas características, como idade, raça ou cor. Sendo assim, cada um deles é único e não pode ser trocado. Além disso, eles são indivisíveis, ou seja, não há como dividir um token CryptoKitty em partes (como o gwei do ether).
O CryptoKitties ganhou notoriedade após congestionar a blockchain da Ethereum devido ao alto volume de atividades na rede. Estima-se que 25% do tráfego da Ethereum em dezembro de 2017 estava relacionado a esses gatos colecionáveis. É claro que o jogo causou um grande impacto na rede Ethereum, mas outros fatores também contribuíram para isso, incluindo o boom da Initial Coin Offering (ICO) - em português, Oferta Inicial de Moeda.
O CryptoKitties é um dos primeiros exemplos de um caso de uso de blockchain que não é uma moeda, mas algo usado para recreação e lazer. Coletivamente, esses gatos virtuais movimentaram milhões de dólares e algumas das unidades mais raras foram vendidas por centenas de milhares de dólares.


Projetos populares usando NFTs e cripto-colecionáveis

Muitos projetos diferentes já usam NFTs como itens colecionáveis e negociáveis. Vamos comentar um pouco sobre alguns dos mais populares.


Decentraland

O Decentraland é um mundo de realidade virtual descentralizado, onde os jogadores podem ter e trocar pedaços de terra virtual e outros itens NFT dentro do jogo. O Cryptovoxels é um jogo semelhante no qual os jogadores podem construir, desenvolver e trocar propriedades virtuais.


Alchemy Toys

Alchemy Toys é um jogo da BSC que usa NFTs para representar brinquedos com números de série exclusivos. Os jogadores podem colecionar esses brinquedos como NFTs, combiná-los para criar brinquedos de nível superior ou sacrificá-los (queimar) aos deuses. Os brinquedos são negociáveis, agregando um aspecto financeiro e conferindo ao jogo um mercado associado.

Para ganhar o jogo, o jogador precisa coletar todos os 127 brinquedos e sacrificá-los para alcançar o status de iluminado (no jogo, "attain enlightenment"). O primeiro jogador a atingir o status de iluminado em cada período (no jogo, "epoch") ganha uma parte do tesouro do templo (pago em BNB).


PancakeSwap

O PancakeSwap é o automated market maker mais usado na BSC - por volume - e é um dos projetos de NFTs mais populares. O projeto faz lançamentos de coelhos colecionáveis em sorteios e competições para os usuários da plataforma. Alguns são puramente decorativos e outros podem ser trocados por CAKE, o token nativo da plataforma.


Gods Unchained

Gods Unchained é um jogo de cartas colecionáveis em que as cartas são emitidas como NFTs na blockchain. Como cada carta digital é única, os jogadores podem negociá-las como se fossem cartas reais.


CryptoPunks

Os CryptoPunks são peças colecionáveis de arte digital. Cada uma é representada um personagem NFT exclusivo, de 8-bits. O projeto foi uma inspiração para o padrão de tokens ERC-721 e foi um dos primeiros casos do setor de arte cripto capaz de gerar um grande "hype" (empolgação). Desde então, os CryptoPunks foram vendidos por milhões de dólares e inspiraram muitos projetos semelhantes em todo o mundo.


My Crypto Heroes

My Crypto Heroes é um RPG multiplayer (role-playing game), onde os jogadores podem evoluir seus heróis através de missões e batalhas. Os heróis e itens do jogo são emitidos como tokens na blockchain da Ethereum.


Colecionáveis e NFTs da Binance

A Binance distribui NFTs em sorteios especiais e diretamente para seus usuários, de acordo com suas atividades na Binance. Desde eventos de trading de futuros à celebração do Pizza Day, você pode obter colecionáveis e NFTs da Binance que também são negociáveis.


Os Colecionáveis da Binance são outro exemplo. São NFTs emitidos em colaboração com a Enjin. Se quiser ter um, siga a Binance no Twitter e fique atento aos próximos eventos e sorteios! Caso queira participar de um sorteio de NFT, siga as etapas abaixo:

1. Faça o download de uma carteira compatível com a Ethereum, como a Trust Wallet. 

2. Copie e forneça seu endereço Ethereum de acordo com as regras do evento ou sorteio. Você pode enviá-lo através de um formulário ou deixá-lo como um comentário no Twitter. Confira as regras para saber o que é necessário para participar.

3. Se você ganhou um NFT e ele já foi entregue, você poderá vê-lo na aba "Colecionáveis" da Trust Wallet. Então, você pode optar por armazená-lo (HODL) ou vendê-lo em um marketplace P2P.


Em breve, a Binance lançará em seu Marketplace de NFT, permitindo aos usuários emitir e negociar NFTs de sua própria criação. A plataforma incluirá NFTs exclusivos de famosos do mundo todo, incluindo o músico Lewis Capaldi e Trevor Jones, artista que trabalha com arte cripto. A plataforma também oferece royalties aos criadores por quaisquer vendas subsequentes no marketplace.


Crypto Stamps

Os Crypto Stamps são selos cripto emitidos pelo Serviço Postal da Áustria e conectam o mundo digital ao mundo real. Esses selos são usados no transporte de correspondências, como qualquer outro selo comum. Entretanto, eles também são salvos como imagens digitais na blockchain da Ethereum. Ou seja, são itens digitais colecionáveis e negociáveis.


Considerações finais

Os colecionáveis digitais direcionam a tecnologia blockchain para rumos totalmente novos, deixando um pouco de lado as aplicações financeiras convencionais. Ao representar ativos físicos no mundo digital, os NFTs podem se tornar uma parte vital do ecossistema blockchain e da economia em geral.

São muitos os casos de uso e é bem provável que muitos desenvolvedores ainda apresentem várias inovações empolgantes para essa promissora tecnologia.